Viagem Perfumada

Que tal conhecer a França por um novo (e bem aromático) ponto de vista? Se gostou da ideia, prepare-se para conhecer a rota dos perfumes.

Por: Márcia Sant’Ana

viagem_perfumada_1Impossível falar da França sem lembrar de perfumes. E mais difícil ainda é falar de perfumes no Brasil sem mencionar o nome de Renata Ashcar, autoridade no tema. Ela iniciou seu trabalho como designer de frascos na década de 90, mas sua incursão cultural na área começou em 2001, com a publicação de seu primeiro livro: Brasilessência: a cultura do perfume, um compêndio que resgata toda a história da perfumaria, do Egito à Amazônia, falando também sobre a inspiradora arte da criação de fragrâncias. O livro deu origem a seu trabalho de curadoria no Museu de Perfumes em São Paulo, e – a partir daí – suas atividades culturais se desenvolveram muito.

O novo projeto da expert, agora, é ligado ao turismo e está atraindo muita gente interessada em fazer uma imersão nesse universo. Renata organizou um roteiro batizado de Rota do Perfume na França, onde apresenta aos turistas toda a cultura desse universo, explorando as raízes históricas e as tendências na área de perfumaria. A próxima viagem da Rota do Perfume acontece no final de setembro e passará por locais como Grasse, Paris e Mônaco.

viagem_perfumada_3GRASSE: O BERÇO DA PERFUMARIA MUNDIAL

Localizada no sul da França, aos pés dos alpes mediterrâneos, a charmosa cidade de Grasse deu seus primeiros passos na perfumaria no século 17 quando era um centro da indústria de processamento de couro que precisava ser perfumado. Isso deu o impulso para a produção de flores na região de Provence, que cresceram de forma esplêndida. Entre elas: rosa, jasmim, tuberosa… Flores que podem ser consideradas verdadeiras obras-primas olfativas da natureza.

Até hoje, marcas como Chanel e Dior cultivam na região suas próprias espécies de rosa e jasmim. Só para se ter uma ideia da raridade desses ingredientes, produzir um quilo de óleo essencial de rosa centifolia exige três toneladas de pétalas – e seu litro pode custar mais de € 15 mil.

viagem_perfumada_4A cidade abriga o Museu Internacional da Perfumaria, um mergulho na história e na arte da criação e produção de perfumes. O museu se soma às atrações dedicadas à perfumaria nessa cidade medieval, rodeada por pequenos vilarejos, como Saint Paul de Vence. No final de setembro é outono e as ruelas com predinhos de um alaranjado típico da Riviera Francesa revelam a atmosfera de uma outra época. Perambular pelo seu centro histórico, onde estão as turísticas e antigas fábricas de perfumes, como Molinard e Fragonard, sentindo a fragrância que exala no ar, passando por suas estreitas ruas, é uma viagem no tempo. Enfim, Grasse é daqueles lugares para se apaixonar e nunca mais esquecer.

viagem_perfumada_7UM DIA EM VERSAILLES

Lugar emblemático da história do perfume na França desde o século 18, Versailles ainda é um ponto de encontro para os amantes da perfumaria. A Courdes Senteurs, localizada a 100 metros da entrada principal do Palácio de Versailles, é uma das paradas. Nela podemos fazer uma viagem olfativa, didática e interativa em torno da história, na Maison Parfum, além de conhecer uma seleção de plantas que se tornaram míticas na perfumaria, no percurso até o jardim que esconde alguns ingredientes raros.

A poucos quilômetros do palácio, visitamos a Osmothèque, local dedicado à preservação dos perfumes mais importantes da história. Ela abriga um inventário de mais de três mil cheiros que datam do Império Romano, reconstituídos por grandes perfumistas. Museu vivo de cheiros, muitos dos quais já nem existem mais – como o perfume de Maria Antonieta – ou tiveram de ser modificados ao longo dos anos por questões regulatórias que acabaram restringindo o uso de alguns ingredientes.

viagem_perfumada_6Além dessa viagem sensorial pelos lugares mais perfumados da França, o viajante conhecerá a linguagem da perfumaria, com suas famílias e ingredientes, incluindo o processo de produção de um perfume, e se aprofundará na identidade olfativa de marcas que ditam tendências.

MÔNACO: O TEMPLO DO LUXO

A Rota do Perfume inclui um dia de visita a Mônaco, onde acontece o evento Luxepack, feira de insumos para a indústria de produtos de luxo. Nela estão os principais fabricantes de vidros, tampas, estojos, caixas e todos os detalhes que fazem a diferença no acabamento final dos produtos mais sofisticados do mundo.

PARIS: INSPIRAÇÃO ETERNA

Aqui surgiram as primeiras perfumarias do mundo e, ainda hoje, surgem novos conceitos em perfumaria. Paris é para sempre a maior inspiração para a perfumaria. O roteiro de perfumes de nicho continua pelas Maison de Serge Lutens e Francis Kurkdjian, que são parada obrigatória, onde são encontrados perfumes exclusivos, com ingredientes raros, incluindo acessórios perfumados, como joias e clutchs. Paris nos encanta com sua diversidade, requinte e elegância, nos surpreendendo a qualquer instante ao trazer à tona as nossas mais profundas memórias olfativas, seja ao passar em frente às maisons mais luxuosas da perfumaria ou em frente a uma simples e deliciosa boulangerie ou pâtisserie. Voilá!


viagem_perfumada_5Lojas exclusivas, como Guerlain e Maison Fabre (especialista em luvas perfumadas), podem ser visitadas. As delícias olfativas e gustativas ficam por conta do renomado restaurante Lenôtre, onde o chefe Guy Krenzer criou um menu original com receitas que harmonizam ingredientes aromáticos e vinhos para aprimorar a experiência gustativa.Uma coleção de iguarias dedicada a Courdes Senteurs.


viagem_perfumada_8Num percurso pelos bairros mais elegantes da cidade, visitamos lojas como a Jovoy, templo da perfumaria de nicho, que abriga marcas de perfumes pouco conhecidas e que resgatam a verdadeira arte da perfumaria em sua essência. Há perfumes que são considerados joias raras e de altíssima qualidade, chegando a custar € 20 mil, o frasco.


Rota do perfume na França
Data: 19 a 27 de setembro
Flytour Moema: (11) 2159-3900
vermari@flytour.com.br – www.renataashcar.com.br