Um pedacinho da Australia sem sair de casa

Descendance

Festival cultural australiano traz para cidades brasileiras, de abril a maio, espetáculos imperdíveis de dança, música, teatro, artes, fotografia, moda, gastronomia e até uma clínica de rúgbi

Sydney Dance Company

Sydney Dance Company

Prepare-se para uma chacoalhada cultural: o Festival Australia now, maior evento de cultura australiana, está no Brasil – e na América Latina – pela primeira vez. Promovido pelo governo de lá, o festival reúne uma programação com atuais expoentes da música, dança, teatro, esportes, moda, gastronomia, artes visuais, fotografia e tecnologia australiana com o objetivo de cultivar laços significativos e duradouros com os outros países. O evento já foi realizado na Índia, Vietnã, Indonésia e Turquia, atingindo centenas de milhares de pessoas.

A partir do dia 21 de abril, 10 cidades brasileiras serão palco de performances, exposições, espetáculos de dança, circo, teatro e cinema, além de atrações interativas para todas as idades. O público brasileiro poderá conhecer grupos de artistas australianos celebrados mundialmente, das tradições de 60 mil anos de seus povos indígenas à inovadora produção contemporânea.

Grande parte das apresentações acontece em São Paulo. Na capital, além dos espetáculos em quatro unidades do Sesc, haverá também apresentações gratuitas na Calçada Paulista do Sesi e na Virada Cultural. O programa é organizado pela embaixada australiana, em parceria com o Departamento de Relações Exteriores e Comércio da Austrália. A expectativa é atingir mais de 700 mil pessoas.

Entre os destaques estão o grupo de dança aborígene Descendance, que já se apresentou em 40 países e participou da Copa do Mundo em 2006 e das Olimpíadas 2000, que revive no palco tradições de mais de 60 mil anos da cultura viva mais antiga do planeta. E o Back to Back Theatre, que conta a história da divindade Ganesh em missão para recuperar a “swastika”, tradicional símbolo hindu, que foi usurpado pela Alemanha Nazista.

Confira o que vem por aí e programe-se porque é uma oportunidade única de descobrir uma  cultura rica e ainda pouco conhecida por nós.

SÃO PAULO

Descendance – grupo de dança aborígene (16 e 21 de abril)
Circus Oz – o circo nacional (19 a 22 de maio)
Gravity and Other Myhts – uma releitura circense (13 a 15 e 21 de maio)
Black Arm Band – música inspirada na cultura aborígene (30 de abril e 1 de maio)
The Loop Lab – a mistura de música e tecnologia (15 de maio)
Pyrophone Juggernaut – música feita com instrumentos de metal (21 e 22 de maio)
Sydney Dance Company – a renomada companhia de dança (29 e 30 de abril)
Polyglot Theatre – jogos e instalações interativas (10 a 14 de maio)
Grigoryan Brothers – o violão/arte (2 a 8 de maio)
Russel Morris – o clássico bluesman (20 a 22 de maio)
Back to Back Theatre – teatro contestador (6 a 8 de maio)
Snuff Puppets – o teatro de bonecos (21 e 22 de maio)
The Arrival – o musical (23 e 24 de abril)
A Is For Atlas – um bate-papo regado à comida e música (1 a 6 de junho)
Adriano Zumbo – o confeiteiro e Master chef (14 a 17 de maio)
Clínica de rúgbi – aprenda com os mestres (27 a 29 de abril)
Steve Parish – o exuberante trabalho do fotógrafo de natureza (11 e 13 de abril)
Jornadas Icônicas – Festival de cinema australiano (11 a 16 de maio).
Sound Playground – reciclagem e música (13 de abril a 14 de maio)
Tempo dos Sonhos – Artes visuais contemporâneas dos aborígenes (13 de março a 15 de maio)


RIO DE JANEIRO

Gregorian Brothers

Gregorian Brothers

Descendance – grupo de dança aborígene (de 23 a 25 de abril)
Grigoryan Brothers – o violão/arte (5 de maio)
Steve Parish – o exuberante trabalho do fotógrafo de natureza (20 de abril)
Jornadas Icônicas – Festival de cinema australiano (de 18 a 23 de maio).


BELO HORIZONTE

descendance

Descendance – grupo de dança aborígene (Belo Horizonte, 17 de abril)
A Is For Atlas – um bate-papo regado à comida e música (28 de abril a 31 de maio)


BRASÍLIA

Festival de Cinema Australiano

Festival de Cinema Australiano

Descendance – grupo de dança aborígene (18 e 19 de abril)
Grigoryan Brothers – o violão/arte (3 de maio)
Jornadas Icônicas – Festival de cinema australiano (25 a 30 de maio).


FLORIANÓPOLIS

Clínica de Rugby

Clínica de Rugby

Clínica de rúgbi – aprenda com os mestres (24 a 26 de abril)


SALVADOR

 

The Loop Lab

The Loop Lab

The Loop Lab – a mistura de música e tecnologia (16 a 19 de maio)
Ahil Ratnamohan – o coreógrafo faz uma mistura cênica de dança e futebol (de 29 de abril a 1 de maio)


NATAL

Anil Ratnamohan

Anil Ratnamohan

Ahil Ratnamohan – o coreógrafo faz uma mistura cênica de dança e futebol (26 de abril)


BELÉM

Adriano Zumbo – o confeiteiro e Master chef (18 a 23 de maio)


FORTALEZA

O Tempo dos Sonhos

O Tempo dos Sonhos

Tempo dos Sonhos – Artes visuais contemporâneas dos aborígenes das Austrália (14 de setembro a 13 de novembro)


 

A cerimônia oficial de abertura acontecerá no Auditório Ibirapuera no dia 21 de abril. Mais Informações com as datas, as cidades e os espetáculos em http://australianow2016.com