Ela merece o Oscar

Há praticamente dois meses, Gloria Pires estava entre os assuntos mais comentados nas mídias sociais. O motivo não foi sua perfeita atuação em um dos inúmeros personagens que viveu em quase 50 anos de carreira, mas sua polêmica participação como comentarista na cobertura do Oscar pela Globo. Agora, ela volta a ser destaque na mídia – mas como a psiquiatra Nise da Silveira, personagem que interpreta no longa que estreou recentemente nos cinemas brasileiros.

Por: Malu Bonetto

ela-merece-o-oscar-3Ela é, sem sombra de dúvida, uma das maiores atrizes do Brasil. Ainda criança, Gloria Pires já frequentava os estúdios de TV para acompanhar o pai, o comediante Antônio Carlos, nas gravações de humorísticos e novelas. Seu primeiro papel de destaque foi na novela Dancin’ Days, em que interpretava a mimada Marisa de Sousa Mattos, criada pela tia. Tanta dedicação fez com que ganhasse seu primeiro prêmio da APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte. Em 1989, 1992, e 1994, ela voltaria a ganhar o premio APCA por Vale Tudo, O Dono do Mundo e Mulheres de Areia, respectivamente. Gloria também ganhou prêmios por seu trabalho no cinema. Fez O Quatrilho, filme indicado para o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, e com o qual recebeu o prêmio de Melhor Atriz no Festival de Havana em 1995 e o prêmio APCA em 1996. Ela também ganhou o prêmio de melhor atriz por É Proibido Fumar no Festival de Brasília em 2009. Em 2015, ganha o prêmio de melhor atriz no Festival Internacional de Tóquio por Nise – O Coração da Lou-cura, que recém-estreou nos cinemas brasileiros, mas já ganhou os prêmios de Melhor Atriz e o de Melhor Filme no 28º Festival Internacional de Cinema de Tóquio. “Acho que a boa recepção se deve ao belo filme que o Roberto Berliner concebeu. Além do que, o filme traz mensagens importantes para os dias que vivemos, especialmente a de olhar nos olhos do outro.”

ela-merece-o-oscar-1“Nise me serve como referência a cada pedra que surge em meu caminho”

A história se passa na década de 40 e conta a trajetória de Nise da Silveira, médica inconformada com o tratamento de esquizofrênicos à base de eletrochoques e lobotomia, e que revolucionou a psiquiatria ao incluir telas, tintas e pincéis no tratamento dos pacientes. “Eu conhecia a história dela dos jornais, mas não tinha ideia da grandiosidade do trabalho
da Nise. Quando recebi o convite para interpretá-la, estava aguardando começarem as filmagens de outro filme, o Flores Raras, onde interpretei Lota de Macedo Soares. Pois não é que foi o tio-avô de Lota, José Carlos de Macedo Soares, ministro da Justiça na época, que ordenou a libertação de quase 300 pessoas detidas sem processo, entre as quais estava Nise da Silveira? E tem mais: filmei Nise e, logo a seguir, Flores Raras”, relata Gloria, que foi surpreendida pelas coincidências da vida. Claro que uma personagem tão complexa quanto Nise exigiu uma preparação especial da atriz, que está excelente em cena. “Eu buscava reproduzir, de alguma maneira, o que imaginava ter sido sua rotina, e os caminhos que ela percorreu, física e intelectualmente, diariamente por 30 anos, tempo que trabalhou no hospital psiquiátrico Pedro II. Fiz, também, uma rigorosa dieta e tive o apoio da fonoaudióloga Maria Silvia Siqueira Campos, com exercícios que ‘protegiam’ minhas cordas vocais das condições insalubres do set, e do preparador de elenco Tomas Rezende, com exercícios sensoriais.”

ela-merece-o-oscar-2“Tenho muito anos de profissão e sou sincera”

Gloria revela que aprendeu muito durante o processo de gravação de Nise e que algumas frases ditas pela psiquiatra marcaram a sua vida. Entre elas está: “Somos todos humanos, não há nada melhor ou pior.” E foi nesse clima que ela encarou as críticas que recebeu após o Oscar 2016. Explicando: a atriz foi convidada pela Rede Globo para comentar a transmissão do Oscar 2016 ao lado de Artur Xexéo e Maria Beltrão. Quando indagada sobre os filmes que estavam concorrendo à premiação, Gloria dava respostas como “Eu não sou capaz de opinar” e “Tem um monte de filmes muito legais” e foi logo alvo de crítica por parte do público, que a acusou de não ter se preparado para o evento. No dia, seguinte, Gloria publicou um vídeo em suas redes sociais esclarecendo que não é comentarista, mas atriz. “Eu não precisaria ter ido, mas aceitei o convite dos amigos que trabalham comigo. Estava rodeada de comentaristas que entendem do assunto e eu estava ali dando minha opinião, como se estivesse em casa, com meus amigos. Tenho muito anos de profissão e sou sincera. Claro que vi a maioria dos filmes, mas as animações e curtas não assisti. Adorei os memes que fizeram, eles são criativos e divertidos. Também agradeço as manifestações de apoio inclusive a ‘campanha’ #somostodosgloriapires.” E realmente a atriz levou muito na boa a situação e aproveitou para lançar uma linha de camisetas estampadas com algumas frases que viraram memes, como “Sou ruim de previsões”, que estão sendo vendidas em seu site – o BemGlô (www.bemglo.com.br). Realmente, ela soube transformar em glória um final que poderia ter sido traumático para sua história.