Tim Burton no MIS

O cineasta famoso por misturar terror e humor mostra sua trajetória na sétima arte, mas principalmente sua longa e surpreendente produção de desenhos. O destaque da mostra é o acervo de ilustrações e rascunhos improvisados, muitos inéditos.

Por Marcela Cataldi
Fotos: Letícia Godoy / MIS

A exposição com a trajetória de Tim Burton fez sucesso em 2009 no MoMa, em Nova York, e viajou por outros locais dos Estados Unidos e do mundo, como Melbourne, Seoul e Paris. Agora, ela desembarca em São Paulo, no MIS – o Museu da Imagem e do Som. Claro que o acervo aumentou, Tim Burton parece incansável na produção de novos projetos, mas o diferencial da mostra brasileira é fazer o público “entrar na cabeça” de um dos cineastas e artistas mais criativos da atualidade, mostrando sentimentos frequentes na obra de Burton e, claro, a estética singular do artista.

12734291_10153338340265544_4166290414606362264_n

Entrada da Exposição do Tim Burton em São Paulo, no Museu de Imagem e Som.


Para isso, os organizadores criaram até um escorregador (em vez das tradicionais escadas) para o público descer de um degrau para o outro do museu.

“Ficou como uma casa maluca misturada com um parque de diversões. Quero o escorregador sempre agora”, brincou o cineasta.

Intitulada “O Mundo de Tim Burton”, a exposição tem mais de 500 itens entre textos, esculturas, fotografias e ilustrações. Os desenhos são os grandes destaques da mostra – numerosos e muitos inéditos – há produções de diferentes épocas. Até mesmo uma série de rascunhos feita em blocos ou em guardanapos (alguns sujos de café) está no museu e mostra o lado extremamente criativo e irrequieto do homenageado.

Além disso, os fãs poderão encontrar desde os trabalhos que ele fazia na infância até produções atuais, passando por projetos de design do começo da carreira e alguns objetos pessoais históricos, como a carta que ele enviou aos Estúdios Walt Disney junto com um livro infantil escrito e desenhado por Tim Burton, quando ainda era adolescente. Alguns anos depois, ele foi contratado pela maior empresa de animação infantil do mundo por causa de outra obra, que ganhou destaque e visibilidade: um de seus primeiros filmes, feito em uma câmera Super 8, ainda na faculdade.

As inspirações e o processo de criação de personagens de filmes “Noiva Cadáver”, “O Peixe Grande”,  “A Fantástica Fábrica de Chocolate”, “Edward Mãos de Tesoura” e outros sucessos das telonas também têm espaço no MIS, assim como filmes mais raros que ele produziu, que também poderão ser vistos em uma sala de reprodução, ao final da mostra.

Para inaugurar “O Mundo de Tim Burton”, o cineasta veio ao Brasil e chamou a atenção nas redes sociais e na mídia por sua simpatia. Já pouco antes da estreia, Tim Burton conferiu de perto o carnaval no Rio de Janeiro e mostrou-se animado e curioso. Fotografou a Sapucaí e brincou com os foliões no Rio.

Ele repetiu essa mesma dose de carisma nos eventos em São Paulo, nas estreias da exposição, poucos dias depois. No dia 11 de fevereiro, Tim Burton saiu da sala onde esteve para dar entrevistas para a imprensa e foi à um palco do lado de fora do MIS para autografar livros, convites e tirar selfies com os fãs – muitos foram caracterizados de personagens criados pelo cineasta para esse encontro.

Na coletiva de imprensa, ele afirmou que adorou o Brasil inúmeras vezes e ressaltou que se surpreendeu com a recepção dos fãs e com o clima festivo e a criatividade dos brasileiros. Além disso, contou que sofreu influências de Zé do Caixão e que está torcendo para o diretor  Alê de Abreu, que está concorrendo com “O Menino e o Mundo” na categoria de Melhor Animação, na cerimônia do Oscar. Ele é o único representante nacional na corrida pelo maior prêmio do cinema americano.

“O Brasil é um dos países mais artísticos que já estive. Sinto-me em casa aqui. De onde venho, na Califórnia, a educação foi muito mais rígida. Aqui é muito mais fácil de expressar-se e criar” disse Tim Burton.

Exposição no MIS
04 fev a 15 mai 2016
10h às 20h (terça à sexta-feira), 9h às 21h (sábado) e 11h às 19h (domingos e feriados)
www.mis-sp.org.br