Hambúrguer: paixão nacional!

Quem não gosta de hambúrguer que atire o primeiro lanche. O mais conhecido sanduíche americano – mas que teve origem na Alemanha – está na lista das comidas mais apreciadas pelos brasileiros há quase 70 anos.

Por: Lela Malzone

Duas fatias de pão, um disco de carne moída, uma fatia de queijo, uma rodela de tomate e uma folha de alface arrematada com um molho especial. Essa é a fórmula básica para se criar um bom hambúrguer. Mas quem não faz questão de se deliciar com a receita tradicional encontra um mundo enorme (e extremamente saboroso!) pela frente, onde a criatividade dos hamburgueiros não tem limites.

A origem de tudo

Na história da gastronomia, o público norte -americano tomou o primeiro contato com esse lanche na Feira Mundial de Saint Louis, capital do Missouri, no meio-oeste dos EUA, em 1904, apesar de o hambúrguer ter chegado à América na segunda metade do século 19, trazido por imigrantes alemães embarcados no porto de Hamburgo. Vem daí, inclusive, a origem do nome do sanduíche, que era feito com sobras de carne passadas na máquina. Comida rústica, que os marinheiros americanos adoraram à primeira prova – assim como as massas de trabalhadores americanos que construíam a nova América quando também descobriram o hambúrguer – fácil de fazer e de comer.

Em 1921 surgiu a primeira cadeia de lanchonetes do país, a White Castle, onde era servido hambúrguer cozido no vapor e cheio de cebola por apenas cinco centavos de dólar. Em 1937, o primeiro Mc Donald´s – inicialmente em estilo drive-in – surgiu na cidade de San Bernardino, na Califórnia, e revolucionou o mundo do fast-food. O hambúrguer ficou tão popular que ganhou até mesmo um personagem de desenho animado apaixonado por ele: o simpático Dudu (Wimpy, em inglês), amigo do marinheiro Popeye.

A partir dos Estados Unidos, o hambúrguer conquistou o mundo e, certa-mente, é um dos lanches mais consumidos na maioria dos países. Só para se ter uma ideia, segundo um cálculo feito pelo Mc Donald´s, são produzi-dos na cozinha da lanchonete cerca de 12.528.000 hambúrgueres a cada 145 segundos, tempo equivalente ao que a Terra demora para dar uma volta completa em seu eixo.

Burger verde e amarelo

Aqui no Brasil, a paixão por esse lanche não é diferente do resto do mundo. E é assim desde 1952, quando foi aberta a primeira hamburgueria no País. O tenista americano Robert Falkenburg foi responsável pelo feito, inaugurando a primeira unidade do Bob’s no bairro de Copacabana, no Rio de Janeiro. Três anos depois, o empresário Flávio Galante abriu em São Paulo uma lanchonete na Rua Augusta para atrair o público das matinês. No cardápio, hot-dog e hambúrgueres, é claro, ambos servidos em uma caixinha de papelão e acompanhados de batata frita.

Hoje, 66 anos depois de que foi aberta a primeira hamburgueria no Brasil, vivemos o auge desse lanche. E é bem simples se ter a prova disso: basta dar uma volta pelas ruas de São Paulo (e das principais cidades brasileiras) para se deparar com uma quantidade enorme de casas especializadas nesse sanduíche, que aparece em várias formas – desde a tradicional até a mais gourmet, feita com maionese trufada e afins.

Mandamentos para um hambúrguer perfeito

1. Invista na qualidade dos ingredientes
A carne deve ser fresca e moída na hora. O corte escolhido fica a seu critério, porém, os mais utilizados são coxão mole ou duro, picanha, maminha e fraldinha.

2. Cuidado com a quantidade de gordura
Sim, ela é essencial em um bom hambúrguer, já que ajuda a dar liga e sabor à carne durante seu cozimento. Mas, jamais, ultrapasse a quantidade de 20% de gordura do total da carne.

3.Dose os temperos
Apenas sal e pimenta-do-reino. E só tempere na hora do preparo para não desidratar a carne.

4. Saiba quando usar a chapa, a frigideira ou a grelha
Acredite, isso faz toda a diferença. A chapa retém mais calor do que a frigideira e permite selar a carne com mais facilidade. A grelha, por sua vez, dá um gosto defumado ao hambúrguer.

5. Escolha bem os acompanhamentos
É claro que gosto não se discute, mas, de maneira geral, o hambúrguer combina muito bem com legumes grelhados ou em conserva, como pepino e chucrute, e com todas as variações de batata (frita, salteada ou assada).


Wendy’s Qualidade com preços acessíveis

Já pensou ter em um único local um ambiente aconchegante, lanches deliciosos, batatas crocantes, Frosty e Milk-shakes saborosos e, o melhor, a preços acessíveis?

Com mais de seis mil e quinhentos restaurantes no mundo, a Wendy’s é uma das maiores redes de restaurantes do mundo, há três anos anunciou sua entrada no mercado brasileiro e desde então tem se destacado como uma rede de fast food de hambúrgueres. Para a vinda ao Brasil foi criado um menu com os favoritos Wendy’s, bem como opções adaptadas para o paladar do brasileiro. “Todos os hambúrgueres são feitos com carne 100% angus, as verduras e vegetais são sempre frescos e cortados diariamente, os sanduíches feitos no pão brioche são servidos no prato, sem bandeja, sem embalagem de papel, e com as batatas fritas num charmoso copo de alumínio”, diz Humberto Soares, General Manager WBR. As fritas também têm coberturas com opções especiais: chilli, queijo cheddar ou queijo e bacon, oferecidas nas versões pequena ou grande. Para quem preferir, o menu tem opções mais lights, como a Caesar Salad with Grilled Chicken e a Salada Blue Cheese. E, claro, todos os pedidos são montados na hora da compra, ou como eles preferem chamar no “made to order”. Um dos melhores exemplos do custo/ benefício oferecido pela rede é o Jr. Baconator que tem maionese, alface, tomate, bacon premium defumado, queijo cheddar e hambúrguer angus temperado, sendo que o lanche tem 25% mais carne do que a versão clássica do Big Mac. Para finalizar, a pedida é o Frosty e os Milk-shakes disponíveis em três opções de coberturas.

www.wendysbrasil.com.br


The Fifties Tradição e qualidade

Inspirado no glamour americano dos anos 50, o The Fifties traz, em um único ambiente, o charme das estrelas do cinema, a ingenuidade rebelde da juventude daquela época e, claro, os deliciosos hambúrgueres

Sinônimo, há 25 anos, de hambúrguer e batata de verdade, o The Fifties começou quando um empresário brasileiro – ávido apreciador de sanduíches – voltou de uma viagem aos Estados Unidos disposto a montar sua própria lanchonete no Brasil. Inicialmente com estilo americano e atmosfera vintage dos anos 50 (daí o nome da marca), a rede teve sua primeira unidade inaugurada em 1993, no bairro do Itaim Bibi, em São Paulo. Buscando ampliar sua participação no mercado brasileiro, a rede, que em 2010 foi adquirida pelo Laço Management, vem implementando uma série de ações de expansão e de inovação e não descarta a abertura de franquias ainda este ano. O espaço aconchegante, os ingredientes de qualidade e o atendimento cordial das 20 unidades próprias espalhadas por São Paulo, Rio de Janeiro e Recife fazem do ambiente das lanchonetes um local propício para encontros de amigos e familiares.

Considerada a primeira hamburgueria com estrutura de restaurante, o The Fifties também foi a pioneira em fazer o hambúrguer de picanha que até hoje é feito artesanalmente e contém 150 gramas, enquanto os do mercado tem aproximadamente 90 gramas. Já as deliciosas batatas fritas, como eles mesmos gostam de falar, são batatas de verdade, isto porque, depois de passar pelo crivo da qualidade da fábrica são lavadas, semidescascadas e embaladas a vácuo para o envio `as lojas onde serão palitadas e fritas, ou seja, não contêm adição de amido e conservantes – daí o segredo delas estarem sem-pre fresquinhas e crocantes. Para acompanhá-las, nada melhor que a maionese caseira e os cremosos Milk-shakes.

The Fifties em casa

Querendo oferecer o mesmo sabor da lanchonete no conforto da sua casa, o The Fifties conta com o sistema delivery em que é possível receber, através dos aplicativos, o lanche, acompanhamentos e bebidas de qualquer unidade da rede.

Os clássicos não saem de moda

Acompanhando as tendências e se reinventando, o The Fifties conta, desde 2016, com os modelos de loja chamados The Fifties Classic´s. Nos dois endereços, em São Paulo, no Shopping SP Market e Guarulhos, no Shopping Internacional estão disponíveis os oito lanches mais pedidos da lanchonete com valores menores e mais competitivos das praças de alimentação, chegando a até 25% de desconto já que não há o serviço nem a estrutura das outras unidades da rede.

O que vem por aí…

Em comemoração a copa do mundo, da segunda quinzena de maio até a segunda quinzena de julho, a rede oferecerá novidades temáticas e apetitosas no cardápio além de nove produtos homenageando os países competidores. E prepare-se: em setembro, como o The Fifties completa 25 anos, com certeza virão novidades. Aguarde!

www.thefifties.com.br


Johnny Rockets No ritmo do pop

Já conhecida internacionalmente, a rede de franquias Johnny Rockets trouxe para o Brasil, em 2013, seu cardápio inovador com deliciosos hambúrgueres e milk-shakes exclusivos

Fundada em 1986 e seguindo o conceito clássico de american dining com um toque moderno, a Johnny Rockets é conhecida por seus lanches e pelos seus garçons que, de tempos em tempos, param completamente o serviço para dançar no centro do salão. Com mais de 380 restaurantes entre lojas próprias e franquias e presente em 38 países, a rede inaugurou sua primeira loja no Brasil em dezembro de 2013, no Shopping Internacional de Guarulhos. No ano seguinte, abriu mais seis e, hoje, soma 18 lojas, sendo que duas foram abertas este ano e há a perspectiva de abrir mais dez ainda em 2018. “Quando decidimos trazer a rede para o Brasil, acrescentamos ao cardápio o hambúrguer de picanha e algumas sobremesas, como o waffle, petit gateau e cheesecake. Também foi o primeiro país a testar produtos específicos para o almoço, como a baby back ribs, nossa costela de porco com molho barbecue”, diz Antonio Augusto, master franqueado da rede no Brasil. Ainda sobre o mercado brasileiro, ele conta que entre os campeões de venda estão o Smoke House, os famosos milk-shakes preparados à base de um sorvete produzido exclusivamente para a marca.

Já os hambúrgueres, feitos com carne fresca e montados na hora, acompanham molhos com receitas próprias, o pão é tostado com a gordura da própria carne nos moldes americanos, intensificando o sabor, e o queijo cheddar inglês é fa˜ ado na hora. E, sempre em busca de novidades, a rede traz os hambúrgueres triplos com opções de 360 g a 450 g de carne Angus, e no segundo semestre, já em clima da Copa do Mundo, lançarão o hambúrguer Hexaburger para homenagear a seleção brasileira que estará lutando pela sexta vitória na Copa do Mundo. “Sem dúvida será uma volta ao mundo com a Johnny Rockets”, adianta Antonio Augusto.

www.johnnyrockets.com.br
www.franquias@johnnyrockets.com.br


Hocca Bar Assinatura Hocca Bar

Do topo de seus 80 anos, o Hocca Bar segue inovando para levar opções de qualidade a seus fiéis clientes. A nova linha de hambúrgueres Signature, criados pelo chef Horacio Gabriel, é mais um exemplo que une visual criativo e sabores surpreendentes

Há muito que a lanchonete mais famosa do Mercado Municipal vem conquistando novos horizontes – hoje presente em quatro endereços, inclusive fora de São Paulo – e já não é mais conhecida apenas por seu enorme e suculento sanduíche de mortadela. Paulistanos e turistas de todos os can-tos fazem fila nas unidades Mercadão, Mooca Plaza Shopping, SBC Plaza Shopping e, mais recentemente, no Shopping Iguatemi Campinas, atraídas por um vasto cardápio. São opções para todos os gostos, que vão dos tradicionais petiscos a pratos mais elaborados, como o Filé à cubana e o Bacalhau à Gomes de Sá, servidos em generosas porções para compartilhar.

Hambúrgueres Signature

Com o compromisso de surpreender seus clientes constantemente, o chef Horacio Gabriel – herdeiro da marca Hocca e responsável pelo cardápio da rede – fez um verdadeiro mergulho no universo dos burgers nos Estados Unidos e trouxe muitas ideias para incrementar o cardápio. Assim nasce uma linha de hambúrgueres assinada por ele, a Signature, com 11 opções: algumas versões repaginadas de lanches que já existiam no menu e outros completamente novos, criados com exclusividade para integrar a linha gourmet. Os apetitosos discos de carne que dão personalidade à linha Signature são preparados com uma combinação de cortes bovinos selecionados desenvolvida pelo chef. Desde a proporção ideal entre a quantidade de carne magra (80%) e de gordura (20%), cada detalhe foi meticulosamente estudado para criar o hambúrguer perfeito e com a cara do Hocca. “A carne de peito de boi, por exemplo, dá mais cremosidade ao hambúrguer. Já a gordura de red angus proporciona sabor e dá uma liga diferenciada”, explica Horacio, que com-bina outros quatro cortes para formar o blend da casa.

As estrelas do cardápio

Preparados a partir de um processo artesanal, os hambúrgueres da linha Signature já são um sucesso no cardápio do Hocca Bar, com opções para todos os paladares e para fomes de todos os tamanhos. Alguns destaques da linha são o hambúrguer Challenger, que traz dois discos de carne, os queijos Monterey Jack e cheddar, além de alface, tomate e a maionese artesanal temperada da casa. A apresentação é uma atração à parte: o sanduíche chega à mesa com uma faca cravada e seu cabo é decorado com onions rings.

Uma versão menor do Challenger, o Fênix leva apenas um disco de carne e re-cebe dois anéis de cebola em seu interior. O Zeus também já conquistou o público com uma combinação exótica de hambúrguer e camarões. Outro queridinho entre os clientes é o enorme Kraken, que leva 5 discos de carne e pesa quase 1kg.

Pensando no público feminino, Horacio criou o Charm Burger, uma opção mais leve, com um suave molho a base de cream cheese (cream cheese mayo), além de rúcula e tomates secos e apenas um disco de carne. E, para quem deseja dar uma pausa na carne vermelha, a linha Signature oferece o o Poseidon, com um filé de tilápia no lugar do tradicional hambúrguer e acompanhamentos mais leves, como o delicado molho white fish.

Segredos do sabor

Para promover uma experiência gastronômica completa, desde a apresentação à mordida final, o chef Horacio tem alguns segredos, que revela com exclusividade à Go’Where Gastronomia:

  • Os hambúrgueres da linha Signature são mais finos (têm 140 g): “Prefiro trabalhar com dois discos de carne em vez de um só, pois isso garante mais maciez na mordida e evita que o  hambúrguer se quebre, além de ser mais fácil acertar o ponto da carne”, explica o chef Horacio.
  • No momento da montagem do disco, com a carne fresca ainda crua, os cozinheiros são instruídos a jamais apertar o hambúrguer (o que faz total diferença no sabor e consistência do produto). Para que fique firme sem sofrer pressão, ele passa uma noite na geladeira para assentar.
  • Para oferecer um hambúrguer suculento, aerado e cheio de sabor, o chef Horacio aposta na simplicidade: “Eu pincelo a carne com uma mistura de azeite e orégano, para mantê-la úmida”. Sal grosso e, se o cliente não se opuser, uma pitada de pimenta-do-reino, são aplicados no momento de grelhar.
  • Os queijos usados na linha Signature também são especiais: o californiano Monterey Jack, conhecido por “abraçar a carne” quando derretido e um cheddar feito no Brasil, com a autêntica receita inglesa, ao leite e sem química, são alguns exemplos.
  • Um outro grande diferencial dos hambúrgueres da linha são os pães de brioche (de sabor levemente adocicado) e o artesão (mais crocante e com consistência intermediária entre o francês e o italiano), preparados nas padarias de cada unidade do Hocca Bar.

www.hoccabar.com.br


The Pitchers Duas paixões em um só lugar

Apaixonados por baseball e hambúrgueres, quatro amigos decidiram reunir em um só lugar essas duas paixões, e de lá para cá a The Pitchers se tornou parada obrigatória para os fãs do esporte e do lanche

Apesar de terem defendido, em diferentes momentos, a seleção brasileira de baseball e terem se enfrentado em diferentes equipes em campeonatos brasileiros, foi em 2011, ao defenderem a equipe de baseball Anhanguera, que Dan Silva, Marcelo Nakamura (conhecido como Marelo) e Tiago Komagome se tornaram inseparáveis. Em paralelo ao esporte, Dan já tinha tido uma hamburgueria com a temática do baseball em um posto de gasolina na Zona norte de São Paulo; Marelo trabalhava na parte de gestão e marketing estratégico em uma multinacional, já Tiago, formado em Ad-ministração de empresas, tinha longa experiência na área operacional. Em 2016, os três resolveram somar essas experiências com o amor por hambúrguer e beseball e abrir o The Pitchers Burger and Baseball. “Baseball é a paixão que une os sócios. Somos jogadores desde criança, tivemos o sonho de tentar o profissionalismo ou de ver o esporte crescer no Brasil. Então, um dos principais objetivos da hamburgueria é tentar divulgar esse esporte que faz parte da nossa vida”, conta Dan, que cursou a faculdade de Gastronomia, é apaixonado por carne e por hambúrguer – que é uma tradição americana e um dos conceitos da casa.

Com a decoração inspirada no esporte, o The Pitchers Burger and Baseball tem camisetas de times, tacos, capacetes e flâmulas espalhados pelo ambiente. No cardápio, o baseball também é destaque em sanduíches como o Rienzo Burger (pão com gergelim, blend, toma-te grelhado, rúcula, chimichurri e queijo branco derretido), que homenageia o primeiro pitcher brasileiro a atuar na MLB, e o P.R.O16 (pão integral, blend suíno, mel com pimenta calabresa, pepino e queijo gouda), homenagem ao primeiro brasileiro campeão mundial Paulo Orlando. Mas vale ressaltar que esses dois lanches ficam no cardápio por tempo determinado, apenas 50 dias por ano. “Nossos hambúrgueres tem 144 g, que é o mesmo peso da bola de baseball, a maionese da casa (aioli com um toque do Dan) e o queijo da fazenda Atalaia. Nossa porção de fritas rústicas é um item de muito sucesso na casa, as-sim como as asinhas hot (asas de frango grelhadas e finalizadas com um molho especial) e o Dog Out, um dog feito com linguiça artesanal e molho que remete `a infância do Dan Silva”, diz Jun Sato, que entrou para a sociedade este ano.

Delícias indoor

O sucesso da casa foi tanto que este mês a hamburgueria abre as portas da sua nova unidade:

A decoração da casa localizada no bairro do Tatuapé, zona leste de São Paulo, faz alusão a um estádio de baseball já que divide o mesmo espaço, com a Arena Baseball, um centro de rebatidas indoor. “Seguiremos o conceito de ‘stadium food’, ou seja, comidas de estádio de baseball. Teremos burgers, dogs com salsicha artesanal, alguns itens que sofreram influência Tex-mex, que utiliza muita carne, principalmente bovina e suína, queijo e feijão, entre outros”, conta Marelo. Segundo Tiago, o maior diferencial da casa será a possibilidade de as pessoas treinarem rebatidas ou arremessos, seja em grupo ou individualmente.

www.thepitchersburger.com


Jamp Burger Sabor de primeira

A Jamp Burger abraça a missão de democratizar o bom hambúrguer: as opções de qualidade a preços justos – inclusive entre as bebidas – já tornaram a casa famosa na Vila Madalena por oferecer “chope mais barato que água”

Paixão e experiência são os dois ingredientes principais da receita de sucesso da Jamp Burger. Por mais improvável que possa parecer, o descendente de chineses Gildo Chan é o nome por trás da hamburgueria que inaugurou há pouco mais de um ano na Vila Madalena e já conquistou milhares de clientes, vindos de todos os cantos da cidade para experimentar seus deliciosos lanches. A ideia de Chan – que também é CEO de uma empresa de consultoria – é democratizar o que chama de “o bom hambúrguer”. Para isso, aposta em produtos de qualidade e oferece opções saborosas, sem perder de vista o preço. “Nos Estados Unidos, o hambúrguer é uma comida diária, barata e acessível. No Brasil tem hambúrguer de R$ 50 e até R$ 60”, comenta o empreendedor que se diz um amante do hambúrguer americano.

Cardápio inteligente

Na Jamp Burger é possível encontrar hambúrgueres que vão de R$ 17 a R$ 34: este último é o Daddy Rock n’Roll, feito com um blend bovino especial de 200 g, queijo camembert, alface e tomate concassé no pão de cebola. Outro destaque do cardápio que provoca curiosidade é o Sister Maki, com hambúrguer de salmão coberto de gergelim, que leva molho tarê e tomate concassé no pão australiano. Com o objetivo de agradar a todos os paladares, a casa também oferece hambúrgueres de cordeiro, suíno, de frango e o pastrami rústico, além das opções veganas, feitas com hambúrguer de milho, pupunha e shitake e shimeji, no pão vegano.

As bebidas são uma atração à parte: honrando o compromisso de oferecer opções com custo/beneficio atraente, a Jamp traz o chope da Ecobier por apenas R$ 3,55, além de uma variada carta de cervejas artesanais. Tudo isso pode ser consultado nos tablets disponíveis em todas as mesas da Jamp Burger, por onde o cliente faz seu próprio pedido sem complicações.


Black Trunk Na crista da onda

Com um ano de casa cheia na Mooca e prestes a abrir uma unidade na Vila Madalena, a Black Trunk leva a sério os valores do surf havaiano: respeito, amizade e qualidade que se traduzem em hambúrgueres fartos e saborosos e na porção de bacon mais pedida da região

Os irmãos Augusto e Guilherme Borges estão surfando altas ondas com o sucesso da Black Trunk, hamburgueria que traz a essência do surf havaiano para a Mooca. O clima de praia, com música ambiente, decoração rústica – incluindo aplicações em estilo maori nas paredes – e as TVs sempre ligadas em canais de surf são ideias dos irmãos e sócios. Depois de muita pesquisa, Augusto, formado em Gastronomia, criou o blend de 220 g que, apesar do tamanho, é surpreendentemente leve, pois não contém conservantes e é preparado artesanalmente. “As proporções e o carinho com que se faz são o mais importante. Esse é o segredo”, explica Augusto, que compra as carnes diretamente do frigorífico, para serem diariamente limpas e moídas na hamburgueria. Para garantir a qualidade dos lanches, Augusto e Guilherme trazem o máximo possível de processos para dentro da Black Trunk. Além da carne, o pão, a maionese (à base de ovo pasteuriza-do) e o bacon – incluindo o processo de defumação – também são feitos lá. Não é à toa que a porção de bacon, sempre sequinha e crocante, é uma das principais atrações da casa.

Hambúrguer do surf

No ano de inauguração, a hamburgueria recebeu a visita do lendário Fast Eddie, o primeiro Black Trunk, espécie de xerife havaiano que criou o  código de conduta para os surfistas que pegam onda na região. Após a visita, os irmãos foram convidados a abrir uma casa no Havaí, algo ainda sem previsão para acontecer. Os 12 lanches do cardápio têm nomes de praias havaianas. O Oahu, que leva camarões crispy, couve frita e blue cheese é o campeão de vendas. Outro burger que faz sucesso por lá é o Sunset, com bacon, cheddar, agrião, maionese e cebola caramelizada. A casa também oferece uma opção vegana (com hambúrguer à base de shimeji), além do sanduíche de frango empanado. Augusto e Guilherme estão lançando ainda uma linha de milk shakes nos sabores morango, Nutella e creme, além de uma apple pie. Em breve a Black Trunk levará suas delícias para a Vila Madalena, em formato diferenciado, que contará também com pratos de steakhouse e drinks. A abertura está prevista para o mês de maio.

www.blacktrunkbrasil.com.br


Five Burger À moda americana

Em um ambiente acolhedor, a Five Burger oferece menu repleto de hambúrgueres apetitosos e ao estilo dos famosos lanches criados nas melhores casas dos Estados Unidos

Durante uma viagem pelos Estados Unidos, os sócios da Five Burger tiveram a ideia de abrir uma casa em São Paulo com lanches tão gostosos quanto os da terra do hambúrguer. Depois de muito planejamento e escolha dos sanduíches, a Five Burger abriu as portas em junho de 2016, no bairro paulistano Vila Carrão. Em dois anos de funcionamento – e total dedicação da equipe -, o local já entrou na rota dos melhores hambúrgueres da capital. “Participamos do The Burger League, festival que reúne hamburguerias de São Paulo, e estamos no 7º lugar do ranking do Guia do Hambúrguer, feito com voto popular, e que lista as 100 melhores hamburguerias da cidade”, comemora César Augusto Hudson Minguez Junior, um dos sócios do espaço.

Reconhecimento merecido

O sucesso rápido se deu a um fator que parece simples, mas que faz toda a diferença: a Five Burger só utiliza os melhores produtos do mercado e carne de primeira para preparar seus lanches. “E também priorizamos a agilidade e a qualidade de atendimento”, complementa César Augusto.

Entre os lanches que mais fazem sucesso na casa, estão Five Black & Cheddar (hambúrguer artesanal, queijo cheddar, tiras crocantes de bacon e cebolas caramelizadas no pão australiano) e o Five Double Burger (dois hambúrgueres artesanais, queijo, cebola roxa, tomate, alface, picles e maionese caseira no pão de batata). Para acompanhar, eles oferecem porções de batata rústica, batata frita com cheddar e bacon, refrigerantes, chopps, cervejas longneck e chás. E para aplacar aquela vontade de doce, há os deliciosos shakes – que vão desde os sabores tradicionais de chocolate, morango e creme até os mais elaborados, como Oreo, Nutella e Beijinho.


Luz, Câmera, Burger! Simples, pero no mucho

Seguindo a premissa de que menos é mais, o Luz, Câmera, Burger! oferece seis tipos de lanches que, podem ser na versão 160g ou na versão smash, e diversos acompanhamentos para ele ficar do jeito que você prefere

Há dois anos, os sócios da produtora R2O Filmes resolveram transformar o hobby de fazer hambúrguer em uma opção para lá de diferente. Com conceito sustentável, a estrutura em containers que remete a indústria cinematográfica conta com materiais que, por outras pessoas, seriam facilmente descartados: a escada de madeira usada pelo pedreiro na demolição da própria obra, por exemplo, hoje é uma linda floreira; um pedaço da viga metálica da antiga construção, a maçaneta da porta do banheiro, e a viga de madeira, o banco preferido dos clientes. Já a disputada área aberta, ideal para curtir a noite paulistana, é pet friendly, e nos dias mais frios conta com aquecedores e mantas.

Com seis opções de lanches, a hamburgueria preza pelo tradicional, ou seja, você opta pelo lanche do cardápio e vai acrescentando os ingredientes que quiser: alface, tomate, picles e bacon. Luz, Câmera, Burger! oferece a opção do hambúrguer tradicional com 160 g e do smash que nada mais é que um blend de 100 g prensado na chapa quente, crocante por fora, rosado e suculento por dentro. E, como toda hamburgueria, a batata frita e os milk-shakes não podem faltar. Para quem adora novidade, todo mês o Luz, Câmera, Burger! tem um hambúrguer novo no cardápio.

www.luzcameraburger.com


Busger Delícias sobre rodas

O Busger é uma das redes de hamburguerias que mais decolam em São Paulo. Prestes a abrir sua nona loja, os sócios agora visam expandir para o interior e fora do estado

Há três anos, os sócios Rodrigo Arjonas e Luciano Oberle resolveram instalar uma cozinha dentro de um ônibus antigo supercharmoso – que remete aos modelos norte-americanos ou Londrinos típicos dos filmes hollywoodianos – e rodar pelas ruas de São Paulo, fazendo vários eventos itinerantes. Os ônibus ficam estacionados em pontos fixos e cobertos, com espaço organizado com mesas, cadeiras, aquecedores e ombrelones para atender aos clientes de maneira confortável. E, para completar, as unidades Busger contam com televisões de 60 polegadas, iluminação com lede som ambiente com rock and roll dos anos 1950 a 1980. O sucesso do ônibus foi tanto que a marca começou, ano passado, a expansão pelo sistema de franquias e já contabiliza três unidades em operação e mais duas em finalização que, somadas `as operações próprias, totalizarão nove busões, sendo que a meta é chegar a 20 unidades até o final de 2018. “Criamos o Busger para oferecer uma combinação de experiência e sabor. As pessoas chegam às nossas unidades curiosas para entender o que acontece naquele busão vermelho estacionado em um espaço aberto e todo incrementado, e acabam voltando pelos sabores que servimos. Conseguimos elevar o nível, quando se fala em alimentação de rua, tanto em termos de qualidade da comida quanto de experiência”, comenta Arjonas.

A rede oferece, além de duas opções vegetarianas, 12 variedades de burgers feitos com carne do tipo Angus Black, saindo da churrasqueira de pedra vulcânica cheia de sabor e especialmente suculenta, que podem ser combinadas com qualquer um dos acompanha-mentos, como: fritas crunch, dadinhos de tapioca com geleia de pimenta, coronel chicken e mussarela sticks. Para beber, o Busger oferece sucos, refrigerantes (também importados), mais de dez tipos da cerveja Baden Baden, quatro opções de cerveja Eisenbahn e outras três de chopes. Se você ficou interessado em abrir uma franquia do Busger, entre em contato pelo email contato@busger.com.br. Já para consultar as unidades acesse

www.busger.com.br


Dock Burger Personalidade e sabor

Hambúrgueres de qualidade e preços atrativos são a fórmula do sucesso do Dock Burger: há dois anos no Tatuapé, a casa conquistou um público fiel, que encontra sabores únicos em um ambiente rústico e moderno

O prédio onde até 2015 funcionou a doceria da família de Cauê Fantone hoje abriga o Dock Burger, que se dedica a oferecer belos e deliciosos hambúrgueres a preços justos. Inaugurada em fevereiro de 2016, em sociedade com o amigo Renato Fecchio, grande empreende-dor e “cozinheiro de mão cheia”, a casa já virou um verdadeiro point no Tatuapé, conhecida pela qualidade dos lanches. E não é para menos: “Trabalhamos com o que há de melhor no mercado e, ao mesmo tempo, mantemos nossa margem de lucro abaixo do padrão, oferecendo um valor honesto e confortável aos nossos clientes”, conta Cauê.

A decoração revela muito da personalidade dos sócios, que cuidam de cada detalhe pessoalmente. Um estilo industrial e rústico se mostra nos dutos aparentes, nas mesas e balcões em madeira de demolição, nos grafites das paredes. A informalidade da casa também atrai o público descolado da região, que se sente à vontade no ambiente moderno e ao mesmo tempo descontraído. “Gostamos de colocar a mão na massa. Desde a obra da inauguração até a reforma em janeiro de 2018, quando dobramos de tamanho, sem-pre cuidamos de tudo pessoalmente, sem arquitetos ou decoradores. Nossa casa é exatamente do jeito que queríamos”, completa Cauê, que frequentemente ouve elogios sobre o espaço. “Acho que esse é o motivo de as pessoas nos dizerem que o Dock tem tanta alma”.

Cardápio esbelto

O cardápio é enxuto e muito bem executado, com destaque para o Brooklyn (que leva queijo, cebola caramelada, bacon e tomate) e para o Clássico, o tradicional x-salada incrementado com a maionese verde da casa, os mais pedidos por lá. E a doçura fica por conta do Pudim de leite condensado, aprovadíssimo pelos clientes por apresentar textura lisa e cremosa. Em breve, o Dock Burger terá novidades. Um hambúrguer de carne suína e dois novos sanduíches inspirados no estilo nova-iorquino prometem conquistar o público: o smash burger, preparado com a carne mais fininha e amassada na chapa e o outro é um hot-dog tradicional como os dos carrinhos de Nova York.

www.dockburger.com.br


Tuscaloosa Route Burger Hambúrguer das estrelas

Inspirada em uma hamburgueria do Arizona, nos Estados Unidos, a Tuscaloosa Route Burger leva clima de cinema para São Caetano: figuras como Elvis, Marlon Brando e Bruce Lee dão nome a hambúrgueres cheios de estilo e sabores marcantes

A entrar no salão de piso xadrez, e detalhes em pink e azul, repleto de fotos e outras referências a astros do cinema norte-americano, é impossível não se sentir em outra época. Há dois anos, quando abriram o Tuscaloosa, os experientes empresários Eduardo Mounssef, Giuliana Consoli e Luis Ongaratto tinham a intenção muito clara de reproduzir a atmosfera do Mr. D’z, lanchonete à beira da Rota 66, no estado do Arizona. O paladar aguçado e a paixão por hambúrguer foram o ponto de partida para a abertura da casa. Amigo de Eduardo, o renomado chef de cozinha Cassio Prados criou 14 deliciosos lanches gourmet, que homenageiam grandes estrelas como Elvis, Marlon Brando, Bruce Lee e Brigitte Bardot.

O sucesso dos lanches é tamanho que atrai figuras ilustres como o tenor Rinaldo Viana, frequentador assíduo do Tuscaloosa, graças ao Elvis, seu hambúrguer preferido. Quando vai ao local, ele aproveita para animar o ambiente cantando alguns hits do astro do rock.

As estrelas do cardápio

O Elvis é um dos destaques da casa, feito com hambúrguer de picanha, queijo coalho, anéis de cebola, bacon, mix de folhas, tomates confitados e maionese de alho negro e servido no pão de brioche. Para quem prefere sabores mais másculos e intensos, o Marlon Brando cumpre bem o papel: com hambúrguer de costela, creme italiano de gorgonzola, queijo prato, cebola caramelizada, bacon, mix de folhas, tomate e maionese. O Bruce Lee (foto) foi criado especialmente para os clientes da “geração saúde”: leva hambúrguer de salmão, cream cheese, crispy de alho-poró, palmito tostado, tomate e maionese de wasabi. Extremamente charmoso, o Fred Astaire leva hambúrguer de costela, cheddar, tomate seco, mix de folhas, maionese de páprica picante e barbecue de goiaba. E, para os vegetarianos, a casa oferece um delicioso hambúrguer à base de cogumelos shitake e shimeji, com maionese de páprica picante. E, para adoçar o paladar, o enorme Petit gâteau de Nutella (com quase o dobro do tamanho dos tradicionais) e uma inconfundível Apple pie, ambos produzidos na casa, roubam a cena.

www.tuscaloosarouteburger.com.br


Vintage Burger Um exagero de sabor

Hambúrgueres artesanais feitos com carne de boi da raça Angus, grelhados ao estilo americano no Char Broiler e com o toque saboroso da maionese exclusiva da casa. Tudo sem miséria e do tamanho da sua fome

Localizada no tradicional bairro da Vila Mariana, a Vintage Burger é reconhecida pela generosidade dos seus hambúrgueres – no tamanho e na suculência. Um bom exemplo disso são os lanches carro-chefe da casa: o Sophia Loren (hambúrguer de Angus, queijo gorgonzola, tomate seco, azeitonas italianas, pancetta, anéis de cebola, rúcula e maionese de alho no pão ciabatta) e o Harley Davidson (ham-búrguer de 200 g de picanha, maionese temperada, queijo gruyère, alface-americana, tomate-caqui verde, picles de pepino caseiro e cebola frita no pão semi-italiano).“O nosso grande diferencial são os ingredientes artesanais. A maionese, por exemplo, é feita pela nossa equipe, com ovos pasteurizados, óleo de girassol e temperos”, comenta Dorvilles Pavarina, sócio da casa ao lado de Carlos Silva.

Assim como nas hamburguerias americanas – que serviram de inspiração para criação da Vintage Burger -, a casa oferece excelentes acompanhamentos para os lanches, como batatas fritas, onion rings e milk-shakes. Além disso, eles deram aquele toque brasileiro no menu, e incluíram polenta, mandioca creme e batatinha smile.

Nova unidade com buffet a quilo

Com o sucesso da hamburgueria – que surgiu da ideia de montar uma casa que unisse a tradição com a modernidade em um mesmo ambiente -, nada mais natural do que abrir uma nova unidade. O local escolhido para receber a filial da Vintage Burger foi a Praça de Alimentação do Hipermercado Extra, da Avenida Ricardo Jafet, também na Vila Mariana. O padrão de qualidade será o mesmo, mas o serviço será diferente da matriz. A nova unidade irá oferecer um buffet a quilo, com várias opções de saladas e pratos quentes, para quem prefere uma refeição balanceada no dia a dia.

www.vintageburger.com.br


G Burger O ponto G

Mais que uma hamburgueria, a G Burger é o ponto de encontro dos geeks de São Paulo, ambientado com temas de super-heróis, games e cultura pop, promove eventos e oferece hambúrgueres para montar à vontade

Apaixonados por séries, quadrinhos, games e hambúrguer têm lugar certo para se encontrar, jogar, aprender e comer: criada em novembro de 2016, a G Burger é um espaço totalmente pensado para reunir pessoas interessadas no universo geek. Gay friendly, a casa ampla e confortável promove eventos como workshops e palestras, games, RPG e muitos outros, que atraem um público jovem e descolado vindo de todos os cantos da cidade. Mas, como não poderia deixar de ser, quem vai até lá costuma se deliciar mesmo é com os hambúrgueres grelhados na churrasqueira a gás, famosos pelo inconfundível gostinho de churrasco. Além do tradicional hambúrguer feito com carne bovina – que tem como diferencial a pe-quena quantidade de gordura: apenas 10% – os clientes também têm a opção suína e vegana (este à base de arroz integral, abobrinha e vagem).

Na G Burger, os clientes montam seu lanche como quiserem: escolhem o pão (com ou sem gergelim), o queijo (cheddar, prato, mussarela e gorgonzola) e os complementos (alface, tomate, cebola caramelizada, picles e bacon), pelo preço fixo de R$ 19. É possível acrescentar mais um disco de hambúrguer por R$ 6 ou pedir o dobro de queijo por R$ 3. Outras delícias que também valem a visita são os milk-shakes de 480 ml, nos sabores chocolate, creme, Ovomaltine, Nutella e morango. E para acompanhar o burger, as fritas são uma ótima pedida.


Bloody Hell Burger Carne suculenta e molhos especiais

Inaugurada há menos de um ano, a Bloody Hell Burger já conquistou lugar cativo nos corações dos apaixonados por hambúrguer. O motivo? Sanduíches apetitosos e com uma mistura perfeita de ingredientes

A expressão “Bloody Hell!”, bastante usada pelos ingleses para demonstrar surpresa, é perfeita para descrever os lanches da hamburgueria Bloody Hell Burger, localizada no miolo do Itaim Bibi, tamanha sua suculência. Sob o comando de Maurício Toporcov – que há mais de 12 anos atua no ramo de foodservice – a Bloody Hell Burger tem espaço descontraído e cardápio recheado de delícias a preços acessíveis. O principal diferencial da casa são os hambúrgueres de 150 g feitos especialmente para eles pelo açougue The Butcher. “Ele é equilibrado, saboroso, não muito gorduroso e extremamente suculento. A primeira coisa que você sente ao experimentar nossos hambúrgueres é o sabor da carne explodindo na boca, seguido dos outros ingredientes”, comenta Maurício Toporcov.

Toque de mestre

Como não poderia deixar de ser, a Bloody Hell Burger tem uma mesa repleta de ketchups, mostardas, molhos barbecue e pimentas de várias marcas para quem quiser acrescentar um sabor a mais aos sanduíches. “Só para você ter uma ideia, só da Hemmer, possuímos cerca de 10 ketchups e mostardas diferentes. Eu degusto e catalogo cada um deles, de acordo com o aroma e sabor do tomate, acidez, açúcar, sal, picância…. Também temos o molho da casa que fazemos diariamente, o Hell’s Special”, explica o sócio da hamburgueria.

Destaque especial

Os três burgers que mais se destacam na casa e agradam a praticamente todos os paladares são o The Wicked (pão, carne, queijo cheddar, tiras de cebola grelhada, bacon crocante, molho Hell’s Special, alface e tomate); o Muy Top (pão, carne, queijo prato, cebola crispy, bacon picado, molho de tomate fresco, rúcula e picles) e o The Gorgeous (pão, carne, queijo prato, molho Hell’s Special, cebola pi-cada, bacon, picles e alface picada). Para acompanhar os lanches, eles oferecem a Hell’s Fries (rústica, com casca, macia por dentro e crocante por fora) e a Crinkle Fries (ondulada e super-crocante). Para beber, sucos integrais, refrigerantes tradicionais e orgânicos, drinks e – em breve – cervejas do tipo IPA de pequenos produtores.


Katz Burger Dupla perfeita

Pão de brioche e blend de carne 100% Angus. Esses são os dois pilares que garantem a excelente fama da hamburgueria Katz Burger House, que acaba de inaugurar sua segunda unidade, no bairro de Santana

Quando a empresária Andrea Gonzaga e o chef Ricardo Di Camargo decidiram abrir uma hamburgueria em São Paulo, eles tinham uma única certeza: a qualidade teria de ser excepcional. Para chegar ao patamar que desejavam, os dois partiram em uma jornada nos Estados Unidos para pesquisar e desenvolver um hambúrguer saboroso e que tivesse identidade. E foi assim que decidiram usar pão de brioche – que tem o sabor mais acentuado da manteiga – e blend de carne 100% Angus. Essa dupla pode ser conferida em vários sanduíches da casa, como o Katz Burger (pão, hambúrguer, cebola, picles, tomate, alface, queijo cheddar e molho Katz), o Katz Smoke (pão, hambúrguer, cebola ca-ramelizada, bacon crocante, queijo cheddar, alface, tomate e molho Katz) e o Katz Salad (pão, hambúrguer, queijo prato, alface, tomate e maionese caseira).

Quem é vegetariano também pode se deliciar com as criações da casa, já que eles desenvolveram uma opção especialmente para esse público – o Katz Veggie (hambúrguer crocante de legumes, pão, queijo prato, alface, vinagrete, maionese de ervas e chips de batata-doce). Para acompanhar os lanches, o Katz Burger House oferece Onion Rings e três tipos de batatinha: a Katz Crinkle (batata frita americana ondulada servida com molho Katz), a Cheese Fries (tradicional batata palito com cheddar e bacon) e a Love Fries (batata canoa frita com a casca e aromatizada com alecrim servida com maionese de alho). E para fechar com chave de ouro sua experiência gastronômica no local, não se esqueça de pedir uma das deliciosas sobremesas, como o Vulcão de Nutella (souflé de chocolate com calda de Nutella, leite condensado, bombom Ouro Branco, pedaços de morango e sorvete de creme).

www.katzburger.com.br


Burger ID A identidade do hambúrguer

Do almoço ao jantar, a Burger ID é a alternativa ideal para quem deseja sair da rotina e experimentar lanches caprichados e saborosíssimos e desfrutar de um atendimento diferenciado

Na Burger ID, a semana pode começar bem, com um combo que inclui lanche, fritas e bebida por um preço especial ou uma bela salada. A proposta da franquia – que tem na unidade Vila Olímpia sua primeira loja – é oferecer o hambúrguer como uma alterna˜ va de refeição de qualidade com um atendimento atencioso, que coloca cliente no centro dos processos.

A casa oferece seis opções de hambúrgueres, com destaque para o New York, que leva queijo prato, bacon, maionese da casa e picles e para o Gorgonzola, com cogumelos frescos salteados na manteiga e rúcula crocante. Cada detalhe é pensado para tornar a refeição uma experiência especial: “O nosso picles é suave, o bacon é sequinho e saboroso e  nosso molho barbecue demora dez horas para ser pre-parado”, conta Mauricio Rossato, proprietário da primeira loja da franquia. Para os apreciadores de cheddar, a boa pedida é o SP Burger, que também leva maionese, bacon e salada. E quem deseja experimentar um produto diferenciado deve pedir o Dry aged, um hambúrguer premium, feito com carne maturada a seco, muito mais suculenta, cheddar inglês e cebola caramelizada, no pão de brioche. Todos os meses, a Burger ID traz um novo hambúrguer, elaborado por um chef de cozinha diferente. Se o lanche cair nas graças do público, passa a fazer parte do cardápio.

As clássicas fritas vêm em quatro versões: a porção tradicional, sequinhas por fora e macias por dentro; a Lemon pepper, com toque cítrico de limão; a Cheddar e bacon, que dispensa apresentações; e a Trufas, incrementada com azeite de trufas e queijo parmesão. As três sobremesas – Mini-churros, Amazing chocolate cake e Pudim na lata – são servidas em versões individuais ou em uma espécie de menu-degustação, para compartilhar. Para agilizar a vida dos apressadinhos, a casa oferece a opção de compra via site ou aplicativo e re˜ rada com horário marcado.

Franquia diferente

A Burger ID já nasceu com a proposta de expandir a identidade de seus lanches para outras regiões de São Paulo. Mas a liberdade criativa fará parte da personalidade da marca, que permitirá que cada casa tenha sua própria identidade visual, de acordo com o gosto do proprietário, local e público que deseja atingir. O padrão se mostrará na qualidade e no sabor das refeições.


X & Bur O prazer do queijo

Focando no hambúrguer tradicional americano, “sem frescura”, a X & Burger aposta na informalidade do ambiente e em uma irresistível variedade de queijos

Recém-inaugurada em uma das regiões mais arborizadas da cidade, a X & Burger é fruto da experiência do chef Luciano Frias e do espírito empreendedor de seu pai, João Frias. A ideia da casa é oferecer a essência do tradicional hambúrguer americano – sem invencionices e para comer com as mãos – feito com ingredientes de qualidade e muito, muito queijo. Os hambúrgueres de 150 g são preparados diariamente na casa com carne fresca e não levam nenhum tipo de conservante. São três opções de lanche: o Burger X, o Salada X e o Salada bacon X. Para cada uma, é possível escolher um ou vários dos queijos do cardápio – mussarela, prato, cheddar, ementhal, brie ou o delicioso Molho X, que combina cinco variedades de queijos derretidos. Para quem escolhe este, a carne é mergulhada no Molho X depois de passar pela grelha. Além disso, todas as opções chegam à mesa acompanhadas pela maionese verde, uma receita exclusiva de sabor super-refrescante feita na casa.

Todos os meses, Luciano cria um novo hambúrguer com combinações surpreendentes: no mês de abril, os clientes poderão experimentar o lanche que leva maionese, alface lisa, bacon, pimenta calabresa, hambúrguer, mussarela de búfala, onion rings e molho barbecue no pão com gergelim. As porções também valem a visita: a de batata canoa e a de dedinhos de mussarela empanados (servida com geleia de pimenta) já são um verdadeiro sucesso. Para beber, a casa aposta em uma variedade de cervejas artesanais, incluindo novos rótulos de tempos em tempos, além de vinhos e bebidas diferenciadas, como o refrigerante digestivo italiano Chinotto. Pequena e aconchegante, a X & Burger tem apenas sete lugares em seu interior, mas leva a informalidade de seu atendimento para a calçada, onde é possível saborear os hambúrgueres nos bancos feitos com troncos de madeira e nos tonéis dispostos do lado de fora. As refeições ganham ainda mais charme com a agradável vista da pracinha, em frente à hamburgueria.