Caymmi no Tomie Ohtake

José Pancetti_Lagoa Abaeté

Exposição no Instituto Tomie Ohtake traz obras inspiradas nas canções praieiras do famoso compositor baiano

 

Alice Brill_Pescador de Xeréu_ Salvador 1953_Ampliação fotográfica_30X302

Pescador de Xeréu, de Alice Brill

O Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, irá fazer uma exposição com obras que refletem a atmosfera criada pelo compositor baiano Dorival Caymmi sobre o estilo de vida praiano, guiado pela brisa do mar, o barulho das ondas e a maciez da areia. Batizada de “Exposição: Aprendendo com Dorival Caymmi: Civilização Praieira”, a mostra reúne o material de artistas de gerações e origens geográficas diferentes para montar um quadro parcial do que poderia ser uma civilização que vive à beira mar. “Assim, além de músicas e material visual sobre Caymmi, as 33 paisagens do marinheiro-feito-pintor José Pancetti tomam a dianteira na construção imagética de um espaço de imanência, no qual a noção de progresso faz pouco sentido. O mobiliário do carioca Sergio Rodrigues, que na década de 1950 quis fazer sua loja Oca com os pés na areia, e as ideias de Flávio de Carvalho sobre uma arquitetura, um design e uma moda ajustados para o homem dos trópicos, completam o núcleo em torno do qual se forma a exposição”, relata Paulo Miyada, curador da mostra e do Instituto Tomie Ohtake.

Marcel Gautherot_José Pancetti pintando na lagoa do Abaeté

Foto de Marcelo Gautherot de José Pancetti pintando na lagoa do Abaeté

Durante a exposição será possível escutar as músicas do álbum “Canções Praieiras”, o que ajuda o visitante a mergulhar profundamente nesse universo. Dentre as obras expostas estão fotos de Pierre Verger que, entre outras imagens, trazem um retrato de Caymmi e de José Pancetti pintando na areia da lagoa do Abaeté; e a capa do disco “Caymmi e o Mar”, clicada pelo fotógrafo Otto Stupakoff. Uma parte da mostra é dedicada a Lagoa do Abaeté, um dos cenários prediletos de Dorival Caymmi.

No dia 1 de março, um dia antes da abertura de “Aprendendo com Dorival Caymmi: Civilização Praieira”, os músicos Arthur Nestrosvski e José Miguel Wisnik darão uma aula-show sobre o compositor que será filmada e transformada em vídeo para ser exposta na mostra

 

Aprendendo com Dorival Caymmi: Civilização Praieira
Instituto Tomie Ohtake  (Tel: 11 2245-1900)

De 2 de março até 1 de maio de 2016