Chef Bel Coelho faz jantar exclusivo com receitas à base de guaraná

A chef Bel Coelho promoveu jantar exclusivo no restaurante Clandestino com receitas com guaraná como protagonista

Bel_Coelho
A chef Bel Coelho convidou poucos especialistas em gastronomia e imprensa para promover um jantar temático exclusivo no Clandestino, seu restaurante itinerante, com receitas com o guaraná como ingrediente-condutor. A ação faz parte de seu projeto de pesquisa e trabalho com os ingredientes nativos do Brasil e de como utilizá-los em seus pratos, sempre modernos e autorais. O guaraná, produto da região Amazônica cujo cultivo é feito predominantemente pela população ribeirinha de Maués, uma cidade a 24 horas de barco de Manaus, é praticamente um patrimônio nacional. No entanto, é pouco explorado pela nossa culinária.

Guaraná_Drink

Guaraná Sour: Suco de grapefruit, clara de ovo, rum, syrup de guaraná e limão

 

 

A Go Where Gastronomia teve o privilégio de saborear o menu composto de entrada, salada, principal e sobremesa, além de um drinque excepcional que também levou guaraná no preparo.

 

 

 

 

 

1 – Bolinho de ragu de cordeiro com guaraná

Salada

2 – Picles de pupunha, creme de pupunha, rúcula orgânica, gelatina de tamarino e vinagrete de guaraná;

 

 

3 – Tapioca com queijo da Serra da Canastra e guaraná e manteiga de cumaru e sal defumado;

 

Guaraná_Bel Coelho_pato4 – Magret de pato defumado ao molho de guaraná com risotto de abóbora, cogumelo eringui e ora-pro-nóbis;

 

5 – Sorbet de açaí, creme de aridã, doce de leite, granola e caramelo de guaraná;

 

Guaraná_Bel Coelho_sobremesa6 – Café coado da Fazenda Ambiental Fortaleza com bombom de guaraná;

 

Criada numa família de diplomatas com ascendência portuguesa, Bel Coelho cresceu em um ambiente de experimentação. Aos 17 anos, ela entrou no universo da gastronomia na cozinha de Laurent Suaudeau. Passou pelo D.O.M. e Fasano e, na Europa, pelo El Celler de Can Roca, o melhor restaurante do mundo em 2015 na lista do 50 Best. De 2009 a 2013, a chef comandou o Dui, em São Paulo, e hoje se dedica ao Clandestino, projeto que serve jantares com inspiração contemporânea e experimental. Talvez por isso tenha ficado tão feliz com o resultado. “Me surpreendi com as possibilidades do guaraná na gastronomia. Minha intenção neste evento foi demonstrar que ele pode entrar no drink, na salada, na entrada, no molho, na sobremesa e até no café e no chocolatinho que fecha o menu de hoje. É um ingrediente fantástico, que traz sabor e alma para qualquer cardápio”.

 

A nutricionista e chef Bruna Pavão, presente ao evento, concordou com Beth e revelou que também utiliza o guaraná em suas receitas. “Além dos benefícios antioxidantes e anti-inflamatórios, o guaraná é um ingrediente versátil, pode ser utilizado em diversas receitas culinárias para agregar nutrientes e sabor nas preparações“, explicou.