Os Melhores da Gastronomia Paulistana

Confira os vencedores do Prêmio Go’Where 2017 em 26 categorias e suas delícias!

Por: Mariana Galante, Mariana Santos e Celso Arnaldo Araujo

Melhor Italiano – Picchi

Depois de quase uma década de estudos, experiências e trabalhos na Europa, Pier Paolo Picchi fez seu nome na cena gastronômica de São Paulo em importantes cozinhas. Filho de italianos, voltou-se aos pratos do País da bota e abriu em 2014 o Picchi Restaurante. Admirador da cultura italiana à mesa, o chef oferece pratos clássicos e autorais com esmero técnico e criatividade. Sabores renovados de receitas familiares chegam com toques de produtos brasileiros, fabricados de maneira artesanal e local, buscando um cardápio que segue a época certa de cada ingrediente. Tradição e inovação formam um respeitável menu que acaricia o paladar.

Rua Oscar Freire, 533 – Jardins Tel.: 3065-5560


Melhor Árabe – Arábia

Administrada por Sergio Kuczynski, a pequena rotisserie, então com apenas quatro mesas, servia receitas preparadas por Leila Youssef, sua mulher. O cuidado no preparo artesanal, a qualidade dos produtos e a autenticidade no sabor das receitas trazidas de uma temporada morando no Líbano foram o tempero para o sucesso do Arábia. Desde 1992, o casal recebe a fiel clientela em um salão com capacidade para 120 pessoas. O ambiente de pé-direito alto, com direito a jardim de inverno, tem estilo mediterrâneo e peças de decoração garimpadas. Na regência caprichosa, até hoje os proprietários mantêm o restaurante como referência da boa culinária árabe na capital paulista.

Rua Haddock Lobo, 1397 – Jardim Paulista – Tel.: 3061-2203


Melhor Peixes e Frutos do Mar – Amadeus

Na década de 1980, o casal Ana e Tadeu Masano esmerava-se em receber bem os amigos em casa para refeições memoráveis. Foi a origem do Amadeus, hoje um dos mais importantes restaurantes de peixes e frutos do mar de São Paulo. A fazenda marinha da família em Florianópolis fornece exclusivamente para a cozinha e garante ingredientes frescos e o total controle na qualidade. Bella Masano, filha do casal, cresceu nesse ambiente e é a renomada chef de cozinha da casa, enquanto seu pai assina uma premiada carta de vinhos, bem equilibrada entre brancos e tintos, com boas opções em taça. “Não tenho um fruto do mar preferido, na verdade meu ingrediente preferido é o mais fresco”, comenta a chef.

Rua Haddock Lobo, 807 – Cerqueira César – Tel.: 3061-2859


Melhor Brasileiro – A Casa do Porco

Nascido no interior de São Paulo, o chef Jefferson Rueda começou como açougueiro. Comandou cozinhas ilustres na capital e fez seu nome na alta gastronomia. Abriu então há dois anos seu próprio restaurante onde o requinte está justamente na simplicidade e na ousadia. A Casa do Porco Bar se tornou um fenômeno, com filas à porta todos os dias, numa esquina quase esquecida do Centro da cidade, a metros do restaurante Bar da Dona Onça, de sua esposa Janaína Rueda. Da cozinha da Casa do Porco saem maravilhas com o suíno como destaque. Além de ser um dos grandes responsáveis pela revitalização da região, o chef usa o animal em sua totalidade, com criações surpreendentes, e coloca essa carne no patamar de nobreza que seu sabor merece. A cozinha de Jefferson é prova de que a excelência não está em endereços ou ingredientes luxuosos, mas nas mãos de quem os trabalha.

R. Araújo, 124 – Centro – Tel.: 3258-2578


Melhor Francês – Freddy

Aberto em 1935, o Freddy é, claro, um ícone da capital paulista e da tradicional gastronomia francesa aqui. O ambiente
é clássico e requintado e os clientes, que buscam um lugar discreto e pratos irretocáveis, são muito bem recebidos pela equipe. Da cozinha ao salão muitos dos funcionários estão ali há décadas e conhecem como ninguém cada detalhe do menu e do gosto pessoal dos clientes. O brilho de sua ancienne cuisine rettete nos imponentes lustres de cristal e, apesar de ser um menu sem inovações, não há quem não saia bem impressionado. Alguns dos melhores rótulos do mundo também marcam presença na adega com mais de 600 opções de vinhos.

R. Pedroso Alvarenga, 1170 – Itaim Bibi – Tel.: 3167-0977


Melhor Pizzaria – Bráz

Ao longo de seus vinte anos de existência, a Bráz conquistou o público paulistano, indiscutivelmente adepto de uma boa pizza. Foram diversos prêmios, sabores inusitados e novos endereços saindo do forno. Mas o grande tempero da casa é a pesquisa de produtos e processos que resultam não apenas nas famosas redondas, mas também em azeite, vinho e até panetone da marca. “Estamos completando 20 anos de paixão por pizza. Acreditamos na constante pesquisa de novos ingredientes, técnicas e processos, sempre na busca do melhor. Para a Bráz, os prêmios são como um certificado de que seguimos no caminho certo”, avalia Edgard Costa, sócio da Companhia Tradicional de Comércio, dona da Bráz Pizzaria.

Rua Graúna, 125, Moema – Tel.: 5561-1736, e mais 5 endereços em São Paulo


Melhor Carne à la Carte – Rodeio

Inaugurada em 1958, a churrascaria hoje tem dois endereços: a lendária matriz, na Rua Haddock Lobo, e a filial no Shopping Iguatemi. A Picanha fatiada, o Arroz Biro-Biro e o Creme de papaia com cassis são clássicos da casa e da cidade. E o Rodeio ainda é impecável. O salão, um desfile de personalidades que querem ver e serem vistas. Mais de uma tonelada de carne vinda da Argentina abastece semanalmente a cozinha, de onde saem caprichados e variados pratos. No entanto, a estrela é mesmo a picanha, que chega à mesa inteira num réchaud e é fatiada à mesa, na frente do freguês – representando 70% dos pedidos.

Rua Haddock Lobo, 1498 – Jardim PaulistaTel.: 3474-1333
Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2232– Jardim Paulistano Tel.: 2348-1111


Melhor Rodízio de Carne – Jardineira Grill

O título de melhor rodízio de carnes da cidade não é novidade na história da Jardineira Grill. Além das carnes de primeira, a casa trabalha com uma grande diversidade de frutos do mar, como camarões-pistola, peixes defumados, salmão, bacalhau, lula, ostras e até caviar, num banquete gastronômico de primeira qualidade, que satisfaz inclusive quem não curte carne. A fantástica variedade do seu buffet de saladas também encanta. Adega climatizada de mais de 200 rótulos. Enfim, uma festa para os olhos e para o paladar – do tamanho do apetite do cliente.

Av. dos Bandeirantes, 1001  – Vila Olímpia – Tel.: 3048-0299


Melhor Carta de Vinhos – Varanda

Uma churrascaria marcante por seus cortes de primeira linha também se destaca pela quantidade e qualidade de sua adega. Os segredos da carta de vinhos do Varanda Grill – composta por 310 rótulos de 18 diferentes países, de R$ 80 a R$ 800, com a média em torno de R$ 150 – são revelados aqui pela sommelière Valquíria Pereira, que ali trabalha desde 2001.

GW: Alguma procedência de vinho domina a carta?
VP: Os clientes têm pedido sempre os vinhos do Novo Mundo, tais como Argentina e Chile.

GW: Pelos dogmas da enogastronomia, uma churrascaria combina quase exclusivamente com tintos. É isso mesmo?
VP: Correto. Mas, vinhos brancos e rosés vêm ganhando público, principalmente nos dias mais quentes, acompanhando carnes de aves e suínos.

GW: Muitos clientes solicitam assessoria da sommelière para pedir seu vinho?
VP: Sim. Embora nossa carta, como vocês sabem, seja bastante informativa, isto tem sido uma prática muito comum.

GW: Em sua opinião, que vinhos harmonizam melhor com uma carne mais gorda?
VP: Para uma carne mais gorda, recomenda-se um vinho com boa presença de taninos e encorpado.

GW: Como receberam a notícia do Prêmio GoWhere/Jovem Pan de melhor carta de vinhos?
VP: Com muita alegria. Trata-se do reconhecimento de um trabalho exaustivo, complexo e que exige muita pesquisa. Sempre a serviço dos nossos clientes.

GW: Como essa carta é montada?
VP: Com separação de tipos de vinhos e sua origem, mantendo sempre o objetivo de oferecer excelente qualidade com preço muito atraente. Nossas margens são muito baixas em relação ao mercado. E só não é melhor porque a tributação dos vinhos, no Brasil, é absolutamente exorbitante e fora do contexto. O Governo, por certo, aumentaria a arrecadação se diminuísse o peso da carga tributária. O consumo se elevaria.

Rua Gen. Mena Barreto, 793 – Jardim Paulista – Tel.: 3887-8870


Melhor Hamburgueria – Cabana Burger

Qualidade, atendimento, ambiente e preço: esses são os pilares fundamentais que sustentam o sucesso do Cabana Burger, que abriu as portas há menos de um ano na Rua Oscar Freire é já um fenômeno. Concebida por três amigos enquanto comiam hambúrguer em Nova York, a hamburgueria oferece lanches tradicionais e sem afetações. “Priorizamos entregar o simples muito bem feito, para que fique na memória de nossos clientes”, conta Rodrigo Chaves, um dos sócios. O campeão do Prêmio Go’Where 2017 revela como consegue conciliar qualidade e preço justo: “Optamos por trabalhar muito próximos dos parceiros e fornecedores para conseguir manter um preço legal e acessível a todos”, finaliza Rodrigo.

R. Oscar Freire, 56 – Tel.: 3061 2905
www.cabanaburger.com.br


Melhor Doceria – Carole Crema Doces

No nome da casa, uma novidade: a antiga doceria La Vie en Douce passou a ter o nome de sua proprietária e criadora: Carole Crema. Agora célebre também como apresentadora e jurada de programas de televisão – como o reality show Que Seja Doce, do GNT – , a confeiteira Carole Crema ganhou renome, antes de mais nada, graças às suas criações, sobretudo seus magníficos bolos inteiros ou em fatias – como o inesquecível bem-casado –, seu irresistível mix de brigadeiros e os presentinhos doces, como a caixinha praliné. Sempre com técnicas impecáveis e resultados clássicos que deixam um sabor de quero mais. Carole estudou em Londres e Milão para aperfeiçoar seus conhecimentos na área – e é uma permanente pesquisadora da arte do doce. É co-autora do livro de técnicas culinárias 400 g – Técnicas de cozinha e autora de O Mundo dos Cupcakes.

Rua da Consolação, 3161 – Jardim Paulista – Tel.: 3088-7172


Melhor Peruano – Suri Ceviche & Bar

A culinária do Peru é uma das atuais queridinhas do paulistano. E o Suri se destaca não só na gastronomia daquele país mas na de todo o continente – que vai muito além do consagrado ceviche. Seu cardápio, na verdade, é composto de receitas da América Latina (Equador, América Central, Colômbia e, claro, Peru) – como o Tiradito Del Santo: pescada solteira, pimentas de cheiro, azeite de Capim Santo, coentro, limão e aji amarillo. Entre os pratos quentes, faz muito sucesso Rabo Encendido: Rabada cozida com molho criollo, tabasco, mandioca cozida e farofa de banana. Outra boa pedida: o Salteado de lomo, um filé-mignon com cebola roxa, aji, arepas, coentro e arroz. Ingredientes da terra, mas sempre um toque caliente. É uma verdadeira viagem aos aromas e sensações da América Latina. O cardápio latino flexível, que muda a cada três meses e ainda comporta sugestões. O Suri foi aberto pelo chef colombiano Dagoberto Torres, que viajou por vários países da America Latina e, no Brasil, estagiou e trabalhou com Alex Atala. O lado bar do Suri é consagrado por ousadias como a Cachaça Sour: cachaça infusionada com amburana, limão Taiti, clara de ovo e vermouth de catuaba artesanal. O Suri, em suma, é um programa e tanto.

R. Mateus Grou, 488 – Pinheiros Tel.: 3034-1763


Melhor Contemporâneo – Maní

Da busca da apresentadora Fernanda Lima por uma alimentação mais natural, nasceu o Maní, em 2006, com a filosofia de servir os ingredientes mais frescos, em uma experiência que combinasse técnica e memória afetiva, invenção e tradição. Ao lado da chef Helena Rizzo e do chef Daniel Redondo, além de Giovana Baggio, Rafael Lima e do amigo Pedro Paulo Diniz, Fernanda viu o restaurante tornar-se um sucesso internacional, com as receitas criativas da chef Helena. Ela e seus parceiros de empreitada se empenham para proporcionar bem-estar aos clientes, o que afeta o serviço, a comida e o restaurante tornar-se um sucesso internacional, com as receitas criativas da chef Helena. Ela e seus parceiros de empreitada se empenham para proporcionar bem-estar aos clientes, o que afeta o serviço, a comida e o espírito do lugar. “Nosso objetivo é acolher e nutrir nossos clientes, parceiros e equipe de todas as formas. Compartilhamos o Prêmio com o time lindo do Maní, porque sabemos que sem ele nenhum prêmio seria possível”, ressalta Giovana Baggio.

Rua Joaquim Antunes, 210 – Jd. Paulistano Tels.: 3085-4148 / 3064-0640


Melhor Rodízio Japonês – Sushi ISAO

Em 1987, o imigrante japonês Isao Gushi inaugurava, no coração do bairro da Liberdade, o Sushi ISAO. Nesses 30 anos, a casa só evoluiu – sempre comandada pelo obstinado Isao. Hoje, em meio a tantos rodízios de comida japonesa, Isao se supera. É referência em São Paulo – e pessoas vêm de longe para comprovar. O maravilhoso mundo da gastronomia oriental está ali representado em seu melhor. Isao não economiza, nunca reduz o padrão – ao contrário, o Bffet da casa se aprimora a cada dia, no almoço e no jantar. Uramakis, Gunkamakis (ovas), Tekkamakis, Kappamakis, Futomakis, Hot Rolls, Sashimis, Ceviches, Temakis, ostras – além de uma ala especial reservada às delícias quentes, como magníficos camarões empanados, servidos à vontade. Para sua clientela fiel, o ritual de delícias é iniciado já ao pisar no salão principal, quando a equipe saúda a todos com um entusiasmado bem-vindo em japonês: – Irashaimase!!

Rua da Glória, 111 – Liberdade – Tel.: 3106-7287


Melhor Português – Tasca do Zé e da Maria

Charmoso e discreto, o restaurante segue estilo das tascas portuguesas – pequenas casas que servem boa comida e bons vinhos – com pratos elaborados com maestria pelo experiente chef Ernestino Gomes. No cardápio, a estrela não poderia ser outra: o bacalhau está presente na maioria dos pratos, como no Bacalhau com queijo da canastra, exclusivo na Tasca do Zé e da Maria. O segredo do sucesso desses seis anos de atividade se resume nas palavras do sócio Zé Maria Pereira: “Ter carinho e servir bem são fundamentais. Eu e o Ernestino sempre temos muito cuidado com a qualidade de nosso cardápio e atendimento aos nossos clientes, que muitas vezes viram amigos”.

Rua dos Pinheiros, 434 – Pinheiros – Tel.: 3062-5722


Melhor Cozinha Saudável – Cachoeira Natural

Localizado no Itaim, o Cachoeira Natural adotou uma fórmula simples que há 13 anos rende casa cheia de segunda
a domingo: qualidade + preço. O proprietário Américo Mendes adquire produtos de alto padrão diretamente dos produtores, o que garante o frescor dos alimentos a um custo menor. O impressionante Buffet, com mais de 70 variedades, oferece saladas, frutas frescas, sushis, pratos quentes, massas e muitas outras receitas que Américo cria constantemente para incrementar o cardápio. Dedicação é a alma do negócio: “Vou ao Ceasa três vezes por semana
e negocio diretamente com os fornecedores. Aqui não tem carne vermelha, gordura hidrogenada, aditivos, químicos, caldos prontos, produtos industrializados ou amaciantes”, resume Américo, orgulhoso do prêmio, que seu restaurante levou pelo segundo ano consecutivo.

R. João Cachoeira, 263 – Itaim Bibi Tel.: 3079-7578


Melhor Oriental – Toro Sushi

Com duas unidades cheias de estilo – em Moema e no Jardins – o Toro Sushi tem nas habilidosas mãos dos chefs Bié (Moema) e Jyun Kaduoka (Jardins) trunfos fundamentais para o sucesso da casa. São eles que transformam peixes frescos e variados (como robalo, atum, salmão e cavalinha) e frutos do mar (como polvo, ostra, camarão baby e ouriço) em verdadeiras obras de arte e de sabor. Criada pelos empresários Fernando Alvarez e Luiz Carlos Passos, a rede opta por não trabalhar com o sistema rodízio, como forma de enobrecer a experiência do cliente, que tem a opção de receber sugestões personalizadas de acordo com o seu perfil. Como enfatiza Fernando, Toro não mede esforços para agradar e surpreender a sua clientela. “Não colocamos dificuldade onde podemos facilitar, para ver nosso público feliz”.

Al. dos Arapurus, 1430 – Moema – Tel.: 2386 6966
R. Oscar Freire, 512 – Jardins – Tel.: 4508 3195


Melhor Padaria – Galeria dos Pães

A conveniência começa pelo horário ultraestendido – aberta 24 horas por dia, a Galeria dos Pais atende a vários segmentos de clientes – de atletas a boêmios – com um impressionante portifólio de delícias, começando, é claro, pelos pães caprichadíssimos. São nada menos que 18 mil itens, entre alimentos e produtos – um modelo de sucesso que reúne uma loja excepcional e uma mini-indústria (mais de 2,5 toneladas de farinha/dia), que funcionam full time para atender o público, empresas, buffets, hotéis e hospitais. Próxima de completar 20 anos sucesso – em 2019 – a Galeria, aberta pelos irmãos Oswaldo e Milton Guedes de Oliveira, inovou em lanches: o sanduíche de metro, hoje consagrado, foi uma de suas criações. Do café da manhã à sopa da madrugada, seu mezanino é um dos salões gastronômicos mais disputados da cidade – a preço fixo e justo. “Nossa equipe de mais de 400 funcionários é qualificada com nutricionistas e sommeliers”, conta Milton. Não à toa, a Galeria atende a cerca de 12 mil pessoas num fim de semana.

Rua Estados Unidos,1645 – Jardins – Tel.: 3064-5900


Melhor Sorveteria – Bacio di Latte

É de impressionar a expansão desta gelateria – nunca diga “sorvete” a um “mestre gelataio” – aberta cinco anos atrás na Rua Oscar Freire. Atualmente, já mais de vinte pontos de venda na capital, entre lojas e apes, como são chamados seus carrinhos. Pode dizer que a Bacio di La˝ e foi a precursora da onda “gelata” que hoje domina o País. Criada no Brasil por um italiano, Edoardo Tonolli, e um escocês, Nick Johnston, a Bacio se esmera em sabores naturais, de frutas frescas (como limão siciliano) e secas (como avelãs, ou Nocciola) e diversos matizes de chocolate, incluindo o campeão, o belga. Cada loja tem sua própria matriz produtora – o que evita os dissabores do transporte e mantém o frescor do produto.

Rua Oscar Freire, 136 – Cerqueira César – Tel.: (11) 3062-0819


Melhor Refeição em Buffet – Viena

São 98 lojas, em seis estados diferentes, com a marca Viena. Ao longo de 42 anos de história, o Viena desenvolveu seis conceitos diferentes de atendimento, de pratos à la carte a rodízio de pizzas. Mas a maior atração do Viena é seu exuberante buffet – com antepastos, saladas, pratos quentes e massas feitas na hora, com nível gourmet. Novidade: em agosto, os restaurantes da marca Viena Express em São Paulo receberam mais de 50 novas receitas criadas pelo chef Du Cabral. Entre as opções, um delicioso Camarão na Moranga (foto à esquerda). Poder comer rápido, sem abrir mão de comer bem, talvez seja a melhor definição do buffet Viena. Mas, com mais tempo disponível, ele proporciona uma degustação prolongada – e de alto nível.

Mais informações: www.viena.com.br


Melhor Bar – Tatu Bola

Todos os meses, mais de dez mil clientes passam em cada uma das três unidades do Tatu Bola. A mais recente delas ocupa agora uma esquina – Augusta com Estados Unidos – que tinha fama de ser um daqueles pontos onde nada dá certo. Agora deu. Casa cheia, todos os dias. Um público eclético lota o Tatu Bola. Há os engravatados ou de crachá pendurado com pinta de quem saiu do escritório – e a fim de uma boa paquera regada a cerveja em garrafa. E outros, mais informais. Mesas próximas entre si e a música ao vivo, geralmente pop rock, auxiliam na descontração e consequente integração das tribos. É mais um empreendimento de sucesso dos empresários Armandinho Lara, Marcelo e Tarcisio Mello (Eu, tu, eles). Toques de ‘brasilidade’ na decoração, com peças de artesanato, milhares de fitinhas de Bonfim no teto e elementos de taipa. O maior destaque da casa nova é o corredor que leva aos banheiros, que reproduz uma rua de Paraty, com chão de pedra e a fachada de uma casinha – local ideal para selfies. Para beber, a sensação são caipirinhas de frutas frescas, servidas em potes de vidro – a moda do momento. Para comer, uma sugestão certeira é o Escondidinho de carne-seca com purê e rosti de mandioca – além de cortes de carne preparados na churrasqueira e petiscos como a linguicinha no espeto.

Rua Augusta, 3000 – Jardim America – Tel.: 4328-1011


Melhor Cafeteria – Coffee Lab

Costuma-se dizer que o Coffee Lab é um laboratório de torra, degustação e preparo de cafés de alta qualidade – focado em microlotes com características singulares, responsabilidade ecossocial e rastreabilidade do pé ao pacote. Isso tudo quer dizer que o café lá é uma delícia. Sob o comando da barista Isabela Raposeiras, o Coffe Lab seleciona alguns dos melhores cafés brasileiros a cada nova safra – e desenvolve perfis de torra específicos para cada café que serves. Por isso, ela é considerada uma das melhores cafeterias do mundo. Baristas são altamente treinados para conversar com os clientes, tirar suas dúvidas e explicar mais sobre esse complexo e fascinante universo de cafés especiais de alta qualidade. O Coffe Lab também é uma escola de baristas, mestres de torra e degustadores profissionais. Enfim, muito mais que um Café. Rua

Fradique Coutinho, 1340 – Pinheiros – Tel.: 3375-7400