Campeões das mesas de boteco

O grande vencedor do concurso Comida di Buteco de 2017 foi o Bar do Jão, um boteco da Penha, Zona Leste paulistana. Ele já tinha faturado a disputa regional e bateu todos os concorrentes nacionais com o seu Bacalhau da Dona Arminda, um quitute bem português, com certeza. Desta vez, os participantes criaram petiscos exclusivos com o tema “cereal”. Aproveitamos a vitória do Jão e visitamos também os outros quatro finalistas da edição paulistana do concurso que elegeu os melhores petiscos da cidade.

Por: Leonardo Millen

BAR DO JÃO, Penha Bacalhau da Dona Arminda

Lombo de bacalhau desfiado com quinoa, linhaça, cebola roxa, tomate, azeitona preta e pimenta biquinho, servido em rodelas de pão regadas com azeite de ervas e temperos especiais.

Alexandre Alves Nunes, filho do Jão, foi o idealizador do prato. “Quis homenagear a Dona Armina, que foi uma figura da nossa história”, conta. O título é merecido, tanto pelo sabor quanto pelo esmero da elaboração do prato. Outro segredinho do petisco é o pão, feito sob encomenda numa padaria do bairro.

Rua Antônio Lobo, 33 – Penha – Tel.: (11) 2941-8373 – Funcionamento: Segunda a Sábado – das 17h às 23h

FAMOSO BAR DO JUSTO, Santana Trio Maravilha

Suculento cupim empanado na farinha de mandioca, acompanhado do famoso cuscuz de milho com berinjela e banana crocante

Valton Francisco Ribeiro, o “Justo”, é uma figura ímpar, que ama cozinhar. Gosta tanto que o petisco criado por ele é um pot-pourri de diversas delícias. Destaque para o inusitado vinagrete de jiló com dedo-de-moça e o molho com 31 ervas no champanhe. “O cupim fica cozinhando por oito horas na manteiga e no caldo de carne”, revela ele.

Rua Alferes Magalhães, 25/29 – Santana – Tel.: (11) 2979-7195. Funcionamento: diariamente das 18h às 2h

CHOPP DO ALEMÃO, Vila Matilde Misturadinho

Creme de milho, purê mandioca e filé mignon puxado na pimenta calabresa e salpicado com parmesão.

Instalado numa esquina de uma pracinha da Vila Matilde, o Chopp do Alemão é tradicional em todos os sentidos, por isso apostou numa releitura do Escondidinho, inovando com pitadas de pimenta calabresa e cerveja e com o acompanhamento do dadinho de tapioca com geleia de pimenta. “É perfeito para matar a fome e servir de aperitivo para quem bebe nosso chope gelado”, conta o simpático proprietário José Deuse.

Rua Doutor José Paulo, 103 – Vila Matilde – Tel.: (11) 2651-2594 Funcionamento: Terça a Sexta das 18h a 0h30 Sábado das 18h a 0h30 | Domingo das 16h às 23h

LEWIS BAR, Lapa Pernil do Lewis

Cubos de Pernil com Chutney de manga sobre cama de Farofa especial.

Oscar Guerra e o chef Raul Bastos fizeram uma versão do pernil, um clássico dos butecos, com o toque de um exótico chutney de manga. “O pernil fica três dias marinando e a farofa é matadora. O bar é pequeno e por esse prato vem gente de todo lugar para experimentar”, garante Oscar.

Rua Crasso, 140 – Lapa – Tel.: (11) 3864-3207 Funcionamento: Segunda das 11h às 16h Terça a Sábado das 11h às 23h Domingo das 12h às 18h

BAR DO XANDÃO, Vila Matilde Trama Nostra Grill

Espetos de alcatra intercalados com bacon, pimentão e cebola acompanhados de vinagrete, molho de ervas, farofa e salada de maionese à moda dos Trama’s.

O Xandão é um cara pra lá de simpático e competente na grelha da “garagem” do restaurante, de onde saem praticamente todas as suas especialidades. “Quis fazer essa combinação do sabor da alcatra com chimichurri, um tempero típico argentino, com as barquinhas de maionese para dar o contraste”, conta.

Rua Gil de Oliveira, 477 – Vila Matilde Tel.: (11) 2653-2078 Funcionamento: Terça a Sexta das 17h30 às 22h30 Sábado das 13h às 19h