Esquenta premium

O Numero é o bar do momento da noite paulistana. Você entende isso quando chega à sua porta discreta, recebe permissão para atravessar o corredor de acesso, abre a cortina e dá de cara com socialites, celebridades, modelos, empresários, estilistas, bem-nascidos e a entourage que gravita em torno da jovem classe AAA. Um lugar requintado para ver e ser visto e que prima pelo melhor em tudo. Também pudera. Os donos são figuras carimbadas da noite paulistana: Marcos Campos, da Disco, a promoter Fernanda Barbosa, Marcos Maria, Guilherme Abdalla, Tiago Diniz e Gustavo Paulus. O bar é comprido, em quatro planos descendentes, com espelhos simétricos nas paredes, mesas baixas cercadas por sofás em couro, iluminação suave e um jardim de inverno ao fundo. O projeto sofisticado é do badalado arquiteto Isay Weinfeld (Hotel Fasano e Disco) e a produção é de Giovanni Bianco.

O bar tem cara e clima de festa da alta sociedade: muita gente circulando, bebendo, trocando olhares e tweeters, enquanto decidem para onde vão ao sair dali. Um esquenta dos bons. É comum ver muitas garrafas de Absolut, tequilas flamejantes, champange Perrier-Jouet (R$ 330 a garrafa), vinhos biodinâmicos franceses ou drinks diferenciais, elaborados por mestre Derivan de Souza, servidos em taças de prata ou de cristal. Aliás, o carro-chefe da casa é o Martini, em versões desde o Clássico e o Vesper (aquele do James Bond, com Gordon´s Gim, Stolichnaya, Lillet blanc e uma casca de limão siciliano), o Al Capone (Absolut, Lillet blanc e alcaparrone) ou o Aberdeen (Chivas com licor e fava de baunilha). Derivan também oferece outras criações, como a caipirinha Afrodite (saquê, lichia, gengibre e uva Itália) e o Numero (saquê, cranberry, tangerina e Cointreau), assinatura da casa.

Nome na lista

O menu foi elaborado pelo casal de chefs Adriana Cymes e o competente Victor Vasconcellos (Beco do Bartô), que apostam em petiscos tradicionais – como bolinhos de caranguejo e coxinhas, com um molho divino de pimenta doce –, releituras de pratos clássicos (como Cappelletti in brodo e um Picadinho com purê trufado e ovo frito), e criações como Kashmir (massa recheada de brie com alcachofra polvilhado de lascas de amêndoas) ou o crocante Polvo confit com torradas e limão siciliano, sem dúvida a melhor pedida entre as entradas. Para embalar, uma trilha sonora com muito acid jazz, bossa nova e rock suave assinada pelo DJ Luciano Ucha. No piso inferior, há um espaço chamado “Mini”, mas que é o máximo, com bar, sofás e cabine de DJ, com capacidade para 70 pessoas, que pode ser usado para eventos e festas fechadas. Aliás, em razão do seu tamanho e requinte, o Numero é literalmente para poucos. Inclusive, é necessário fazer reserva uma vez que só entra que está na lista… Muito lógico.

Rua da Consolação, 3585, Jardins – Tel.: (11) 3061 3995