Dupla: Glória Coelho & Ricardo Almeida

Dupla Entendida

Glória Coelho

Na moda de Glória Coelho, que tem o o dom de transformar volumes e dobras em peças futuristas, o tema do verão é energia positiva. Aqui ela revela todas as tendências do próximo verão.

GW: O que vem por aí no verão 2015?

GC: Muita energia positiva na coleção A Cura, com palavras como amor, proteção, felicidade, alegria, paz, saúde e prosperidade escritas nas roupas.

GW:Que peças destacaria na sua grife?

GC: Nossas calças em Tecno K, que deixam o corpo da mulher lindo. Os vestidos de festa de patchwork e alças em vinil, e nossa Polo Coelho.

GW: Com relação às cores, quais as suas apostas?

GC: Off white, preto, azul-lago, scarlet, prata.

GW: Alguma novidade em modelagens e estilo?

GC: Calças curtas e vestidos longos com sapatos baixos.

GW: O que a mulher de hoje deseja e espera da moda?

GC: Se associar ao seu grupo, sua tribo. Que ela faça a diferença, que seja bem tratada por estar bem-vestida.

GW: O que nunca sai de moda?

GC: Amor, alegria e educação.

GW: O que é sofisticação para você?

GC: É você mesma olhar para dentro de si e se respeitar, respeitar o que você gosta.

GW: Qual o grande segredo para nunca errar um look?

GC: Olhar no espelho e se sentir feliz.

GW: Que peças são indispensáveis no guarda-roupa feminino?

GC: Depende muito de cada mulher. Eu amo camisetas.

GW: Como define a moda hoje?

GC: Democrática.

GW: Acredita que a moda é influenciada pelas mídias sociais?

GC: Sim e também pelo cinema, pela rua, pelo o que acontece em volta.

GW: Fast fashion: qual sua opinião sobre essa onda que invadiu o mundo e possibilitou que todas as pessoas pudessem ter acesso à moda assinada por grandes estilistas? É a favor?

GC: Sim, já fiz para a C&A. Acho muito agradável falar com mais pessoas.

GW: Fazendo uma retrospectiva da moda nos últimos 20 anos, o que destacaria como principais mudanças?

GC: Cada década tem os seus símbolos. Por exemplo, a minissaia nos anos 60. Mas as alterações na moda são muito sutis de década para década, sendo facilmente identificáveis nos filmes. A constante mudança é uma necessidade do ser humano. As pessoas se expressam de diversas formasse uma delas é através da moda. Então, conforme as pessoas vão mudando e evoluindo, a moda vai mudando também, de acordo com as preferências das pessoas. Hoje em dia, é a rua que dita as informações de moda; essa é a maior mudança. As marcas seguem as preferências das ruas, a imprensa recebe como informação de moda o que as ruas mostram.

Ricardo Almeida

Ele é referência em moda masculina há muitos anos; foi um dos primeiros a ousar na mistura do clássico com o moderno. Ricardo Almeida conta agora suas apostas para a estação mais quente do ano.

GW: Quais as tendências da moda masculina para o verão?

RA: Aposto na mistura do casual com o social. Acho que esse modelo amplia as opções do guarda-roupa masculino, permitindo que o homem se vista de forma interessante.

GW: Que peças da sua marca destacaria para esta estação?

RA: Costumes em tons de azul, blazers, camisas em linho importado e polos. As camisas estampadas floridas, sociais ou em linho são perfeitas para quem busca um visual despojado. Outro ponto alto da coleção são os sapatos feitos à mão.

GW: O que vem por aí em modelagens e estilo?

RA: Continuamos buscando formas de deixar o homem mais magro e longilíneo. Neste verão, apostamos em blazers e calças um pouco mais curtos.

GW: Você fala muito sobre o homem moderno. Como ele é?

RA: O homem moderno não tem mais medo de se cuidar. Ele está sempre atualizado e quer se sentir adequado em qualquer lugar do mundo. É um homem global.

GW: Fazendo uma retrospectiva da moda nos últimos 20 anos, que destacaria como as principais mudanças?

RA: Acredito que a maior mudança foi o comportamento do brasileiro. Quando comecei, os clientes tinham preconceito com algumas peças e cores. Hoje eles ousam muito mais, fi ca mais prazeroso para a equipe de criação.

 

GW: Ainda existe algum tabu?
Tabus sempre vão existir, pois tudo que é novo sempre gera certa resistência. Mas hoje os homens têm um comportamento bem menos preconceituoso: “Não uso, mas acho bacana quem usa”.

GW: O que nunca sai de moda?

RA: Elegância.

GW: Você acha que conforto deve vir em primeiro lugar?

RA: Nem sempre, existem ocasiões em que pode ser necessário deixar o conforto em segundo plano para conseguir a imagem desejada.

GW: O que é sofisticação para você?

RA: Usar peças de qualidade acima dos padrões do mercado, tanto no tecido, quanto no corte.

GW: Que peças são indispensáveis no guarda-roupa masculino?

RA: Um bom blazer, uma camisa branca e um par de sapatos de amarrar.

GW: Qual o segredo para o homem nunca errar no look?

RA: Para não errar é preciso se informar tanto sobre quem você é quanto sobre moda.

GW: Como define a moda hoje em dia?

RA: Uma ferramenta poderosa, que ajuda a alcançar seus objetivos, tanto profissionais quanto pessoais. Deve ser usada para fazer uma pessoa se sentir bem.

GW: Assinaria uma coleção específica para os grandes magazines?

RA: Essa é uma tendência da moda, mas eu não assinaria uma coleção para um grande varejista do fast fashion. Pois teria que pôr em risco a qualidade do que faço, escolhendo tecidos mais baratos, que não considero ideais. Além disso, teria que fazer as peças em fábricas de alta produtividade, perdendo o controle sobre a produção.