Presença marcante

Tecidos de primeira, cortes impecáveis e uma boa dose de ousadia. Essa é a fórmula ideal para construir um look cheio de estilo. Confira as tendências de alfaiataria para 2018.

Por: Cibele Carbone

Hugo Boss

A coleção Pré-Primavera 2018 da Boss, marca do grupo Hugo Boss, chega ao Brasil em janeiro de 2018. Com um ar formal, porém divertido, a linha traz uma versão atualizada de algumas peças clássicas da marca. O sweater com o logotipo Boss aparece com uma pegada mais atual, por exemplo. Entre as cartelas de cores, tons de azul-marinho claro e escuro, verde profundo, cinza-asfalto, vermelho brilhante e, claramente, o branco e o preto.

Ricardo Almeida

A novidade para 2018 são os tecidos superespeciais feitos com fios de lã acima do super 170’s em diferentes desenhos, super 200’s e com mix especiais de fibras deluxe, como cashmere, vicunha, linho e meirinoque. “É um momento que solidifica a marca no segmento de luxo, pois nitidamente houve um amadurecimento do público masculino brasileiro em relação a esse tipo de consumo. Se antes já tínhamos qualidade em nossas matérias-primas, hoje podemos dizer que atingimos a excelência quando o assunto é tecido”, sinaliza Ricardo Almeida. O corte slim, marca registrada do estilista, assim como o visual colorido – dessa vez dentro dos tons pastel –, reinam de forma absoluta.

Versace

Uma atitude fresh e enérgica marca a coleção Primavera/Verão da Versace Menswear. As riscas aparecem em peso na alfaiataria, dando cara nova às peças, com estruturas bem marcadas. As calças sociais fazem par não apenas com blazers, mas também com malhas e camisas de seda – com a característica estampa da Versace –, deixando o visual mais leve. Os tons predominantes na coleção: preto, azul-marinho, cinza e vermelho.

Aramis

Uma temporada leve e descontraída, essa é a proposta da nova coleção da marca, batizada de New Tropical. Tecidos fluidos como linhos, malha e tricôs se misturam e ganham bordados e detalhes em paletós e costumes. Já a linha Forest traz a padronagem de folhagem em diferentes texturas e tamanhos em camisas de mangas curtas, em que os tons de azuis e verdes dominam a cartela, com pinceladas de laranja.

Calvin Klein by Raf Simons

O diretor criativo da marca, Raf Simons, buscou inspiração no universo americano do cinema para criar a coleção Primavera 2018 da Calvin Klein. Os looks chamam atenção pelas novas propostas de “assemblages”, ou seja, peças com montagens tridimensionais. O xadrez típico dos lenhadores é usado em ternos de alfaiataria masculina. Texturas são alteradas, afetadas, estampadas, serigrafadas, desbotadas e respingadas. As cores dominantes da coleção são laranja, amarelo, preto e vermelho.