As feras da Suiça

O Salão de Genebra, que acontece em março, é um evento chique e muitas montadoras gostam de lançar seus modelos top e protótipos por lá. A 81ª edição do evento trouxe 24 marcas e mais de 40 lançamentos, um
excelente sinal de recuperação e aposta no potencial do mercado mundial em 2011.
Apesar de a Europa estar em um ritmo “morno”, todos estão de olho nos números crescentes dos emergentes China, Brasil e Índia.
As marcas japonesas decepcionaram, sinal de que estão desacelerando ou guardando munição para o Salão de Xangai, no  m de abril, que tem mais representatividade para seus negócios. Selecionamos algumas ótimas
novidades lançadas no evento para você já ir sonhando com uma delas na sua garagem.

Pagani Huayra
Deus do vento

O Huayra (Deus do vento) é o tipo do carro que pode muito bem virar pôster de loja de importados. Esse novo superesportivo italiano é realmente… Seu design lembra uma McLaren e foi inspirado no universo da aviação. O carro é superlativo em tudo. Por fora, a carroceria de fibra de carbono conta com quatro flaps ajustáveis caso seja necessário melhorar a pressão aerodinâmica. As portas do tipo asa-de-gaivota são um espetáculo à parte quando abertas e facilitam o acesso ao interior do carro. Aliás, o acabamento interno impressiona pelo luxo e tecnologia, com vários componentes feitos de alumínio e fibra de carbono, além de um sistema multimídia com tela sensível ao toque e conectividade via Bluetooth.

A transmissão é sequencial de sete velocidades, montada transversalmente, atrás do motor. Falando nele, trata-se de um 6.0 V12 biturbo, preparado pela AMG, a divisão de alto desempenho da Mercedes-Benz. São 710 cv de potência! Isto permite ao bólido acelerar de 0 a 100 km/h em 3,3 segundos e atingir a velocidade máxima de 370 km/h. A alta performance é tamanha que o Huayra é equipado com discos de freio em carbono e cerâmica e suspensão para competições. Lá, quem pretende tirar do pôster para a garagem terá de fazer um cheque de um milhão de euros. Por aqui…

Koenigsegg Agera R
Speed Racer

Se você tem mais de 40 vai concordar comigo: parece o carro do Speed Racer! Além desse detalhe de ser parecido com um ícone da infância de muitos, a Koenigsegg mostrou em Genebra que o Agera R não deixa dúvidas de que é um dos melhores superesportivos do mundo. Preparado: o motor 5.0 V8 biturbo de 32 válvulas movido a E85 (mistura de 85% de etanol e 15% de gasolina) possui 1.115 cavalos, que permite acelerar de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos e atingir a máxima de 390 km/h! Para aguentar o tranco, a transmissão de sete velocidades usa um sistema de embreagem dupla, seca e úmida, resultando em trocas de marchas suaves e rápidas.

Fora isso, o Agera foi construído com componentes de alumínio e fibra de carbono. Segundo a Koenigsegg, seu design é uma evolução do clássico CC, lançado há 15 anos, com destaque para o aerofólio e as tomadas de ar na traseira, com direito a rodas VGR e pneus Michelin criados exclusivamente para este modelo, com resistência a velocidades até 419 km/h – a maior taxa de resistência do mundo.

O feliz comprador pode personalizar seu Agera do jeito que desejar. Eu deixaria exatamente do jeito que este exposto em Genebra estava, o de número 83, idêntico ao do “Speed Racer”. Imagine a “viagem” de possuir e pilotar o carro do seu super-herói da infância? Tem certas coisas que não tem preço. Mas o Agera tem: US$ 1,6 milhão lá na fábrica na Suécia…