Os novos carrões de luxo da McLaren, Aston Martin e Rolls-Royce

Além de atingirem alta velocidade em um curto espaço de tempo, esses modelos chamam a atenção dos apaixonados por quatro rodas pelo design e tecnologia.

Por: Cibele Carbone

MC Laren 570S Spider

Cabelos ao vento

Essa é a primeira coisa, certamente, que piloto e passageiros do 570S Spider irão querer sentir ao entrar nesse superesportivo – é que ele possui teto retrátil, que pode ser aberto em apenas 15 segundos, até mesmo quando o carro estiver até 40 km/h. Com motor 3.8 V8 com transmissão automática de sete velocidades, originando 562 cv de potência e 61,1 kgfm de torque, ele atinge 100 km/h em 3,2 segundos. Sua velocidade máxima também impressiona: chega a 328 km/h com o teto fechado e 315km/h, quando abaixado. O interior do carro continua o mesmo do seu irmão mais velho, o 570S Coupé, com bancos de couro e tela multimídia touchscreen com sete polegadas.

Aston Martin Valkyrie

Pronto para voar

O hipercarro da Aston Martin nem foi finalizado ainda e já está dando o que falar. Ao que tudo indica – pelas fotos e informações liberadas até agora pela montadora – o Valkyrie tem um forte parentesco com os carros da Fórmula 1, a começar pelo volante destacável e telas de LCD para informar dados de desempenho, informações do computador de bordo e até imagens das câmeras que irão substituir seus retrovisores. A carroceria é de plástico reforçado com fibra de carbono, assoalho plano, aerodinâmica ativa e suspensão de braços sobrepostos. Para diminuir o peso do veículo e melhorar sua performance, o fabricante pensou em detalhes para diminuir o seu peso, como os faróis, que aparecem fixados na estrutura de alumínio, deixando o conjunto cerca de 40% mais leve do que os outros sistemas usados pela marca. O interior é bem enxuto e tem apenas o necessário para permitir que o carro rode pelas ruas – os bancos são de espuma, feitos sob medida e colados diretamente na carroceria; o ar-condicionado tem minúsculas saídas no painel e o volante reúne todas as funções necessárias. Os detalhes do motor ainda não foram divulgados, mas especula-se que será um V12 6.5 aspirado auxiliado por motores elétricos. Agora, é esperar para confirmar.

Rolls Royce Phantom VIII

Clássico repaginado

Se existe uma unanimidade quando o assunto é carro de luxo é que o Rolls Royce é um dos bólidos que mais exalam glamour e poder, não à toa a marca é escolhida por boa parte dos chefes de estado do mundo. E para manter essa fama inabalável, a montadora inglesa se superou ao lançar o Phantom VIII, o oitavo da geração do sedã. Movido por um motor V12 twin-turbo de 563 cavalos e 6,75 litros e com transmissão automática ZF de oito velocidades, ele chega a 100 km/h em 5,3 segundos e tem velocidade máxima limitada eletronicamente em 250 km/h. À primeira vista, o design não é tão diferente dos modelos anteriores, mas foram feitas mudanças significativas que trouxeram o modelo para os tempos modernos. Os faróis, por exemplo, são de luz a laser e conseguem iluminar até 600 metros à frente. Já as lanternas tiveram sua iluminação inspirada nas joias. Além disso, duas telas de TFT de 12,3 polegadas substituem o tradicional quadro de instrumentos. E para deixar o modelo com a cara do dono, a Rolls-Royce ainda oferece uma variedade de opcionais, que vão desde a iluminação de leds que simulam um céu estrelado até um kit de taças de uísque e um decantador.