50 anos Pedalando pelo Mundo

Turismo de aventura regado a muito luxo. Essa é a proposta da empresa Butterfield & Robinson, que há meio século organiza grupos de turistas para pedalar e caminhar nos destinos mais paradisíacos do mundo.

Por: Cibele Carbone

50_anos_1Três jovens canadenses queriam ir de novo à Europa, mas não tinham dinheiro para realizar tal sonho. Então, eles chegam à conclusão de que deveriam reunir um grupo de estudantes e levá-los a um passeio pelo Velho Mundo – tendo  eles como guia, é claro. Estamos falando de George e Martha Butterfield e Sidney Robinson  –  irmão de Martha. E assim nascia uma empresa de turismo promissora, a Butterfield & Robinson, que inovou na maneira de viajar. “O nosso lema é ‘Reduza o ritmo para ver o mundo’ e isso é possível com as caminhadas e os circuitos de bicicleta que oferecemos em nossos roteiros”, explica George Butterfield, o único fundador que ainda continua na ativa e que es-teve no Brasil para celebrar os 50 anos da companhia.

Mochileiros de luxo

50_anos_6O sucesso da Butterfield & Robinson se deve à originalidade do serviço que oferece. “A nossa ideia era conhecer novos lugares de bicicleta, mas, ao fim do dia, nos damos ao luxo de fazer uma boa refeição e dormir em um bom hotel. É claro que, no começo da empresa, foi difícil fazer com que as pessoas entendessem esse novo conceito de viagem – afinal de contas, as pessoas estavam acostumadas a fazer suas viagens de carro, sem muito esforço. Quando eu dizia que iríamos pedalar, meus clientes diziam que isso era impossível… Mas, aos poucos, conseguimos mostrar como era gostoso poder conhecer os lugares com uma outra visão, pedalando, fazendo paradas para observar os caminhos, conhecendo os moradores locais, sentindo os aromas da região. Acredito que conseguimos influenciar a maneira como as pessoas viajam hoje em dia”, comenta Butterfield.

50_anos_2Pique e disposição na bagagem

Se você pensa que é preciso ser atleta para pedalar em um dos cerca de 90 destinos oferecidos pela Butterfield & Robinson, está enganado. “Qualquer pessoa que tenha um estilo de vida saudável consegue participar de nossas viagens. Até porque respeitamos o ritmo de cada um e os circuitos têm placas para ajudar que os turistas dos nossos grupos se localizem, caso algum deles queira ficar mais tempo em uma parada para conhecer melhor o lugar e não continuar a jornada com o grupo”, explica Norm Howe, CEO da empresa. Ele ainda explica que existem vans que ficam percorrendo o mesmo trajeto dos turistas para que possam lhes oferecer “carona” caso eles desejem parar de pedalar ou caminhar – e queiram continuar o percurso de maneira mais confortável, sem esforço. Vale lembrar que há destinos mais fáceis, em terrenos planos, até os mais difíceis, repleto de ladeiras. “E uma coisa bacana que estamos oferecendo há quatro anos é a bicicleta elétrica, e isso ajuda a democratizar muito. Então, quem tem um preparo físico médio, mas adoraria pedalar pela Toscana, que é um lugar bem difícil devido ao seu terreno cheio de montanhas, pode levar isso em consideração”, explica Márcia Lucas, representante há 20 anos da Butterfield & Robinson no Brasil.

OS QUERIDINHOS DOS BRASILEIROS

Definitivamente, o mix de luxo e aventura oferecido pela Butterfield & Robinson em seus 50_anos_3roteiros caiu no gosto dos brasileiros. Prova disso é que o Brasil divide o posto de segundo maior mercado da empresa com o Canadá, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Entre os destinos mais procurados pelos brasileiros estão Provence, na França; Toscana, na Itália, e Vietnã.

Provence
Em um roteiro de seis dias/cinco noites, você irá pedalar em meio às paisagens bucólicas dos lindos campos de lavanda de Provence, cidade localizada no sul da França. A viagem começa em Aix-em-Provence e termina em Avignon. Um dos hotéis dessa jornada é o Le Couvent des Minimes, um convento do século 17 que foi restaurado e hoje possui um spa maravilhoso para relaxar após um dia inteiro pedalando – a média é de 50 km por dia! Entre os passeios que mais impressionam está o Vale dos Ocres, local onde era feita a exploração de ocre até o início do século 20.

Toscana
Com início e término em Florence, você irá pedalar nessa viagem – que dura 6 dias/5 noites – cerca de 38 km por dia, em terreno cheio de subidas. Mas a paisagem que o leva direto para o passado faz valer cada quilômetro percorrido. Você irá atravessar plantações de olivas, igrejas renascentistas e charmosas comunidades italianas – desde as pequeninas Trequanda e Montisie até Gaioli in Chianti, Siena e Pienza.

Vietnã
50_anos_7Pitoresco. Esse talvez seja o melhor adjetivo para descrever a viagem de nove dias/oito noites pelo Vietnã. Ela começa em Hanoi e termina em Ho Chi Minh City, passando por Hue, Hoi Na e Nha Trang. A média diária de pedal varia entre 20 e 50 km e o tipo de terreno também muda durante o percurso – você irá passar por áreas mais planas e outras com leves subidas. Terá contato com a população local e ficará maravilhado com a culinária e a cultura desse povo.

Butterfield & Robinson
www.butterfield.com.br