Conheça os luxos incríveis de Paris e Monte Carlo

• Uma noite no restaurante do chef Alain Ducasse
• O glamour do hotel parisiense Le Meurice
• Monte-Carlo Beach Hôtel, charme à beira-mar

Uma experiência única: comemorar seu aniversário num dos restaurantes estrelados do consagrado chef Alain Ducasse em Paris – dentro do emblemático Le Meurice Hotel. Um jantar inesquecível. Uma noite para sempre.

Por: Norberto Busto

O restaurante foi totalmente repaginado pelo arquiteto/decorador Philipe Starck com inspiração no Palácio de Versalles. O Bar 228, que fica ao lado do restaurante, foi uma parada obrigatória para iniciarmos essa noite especial. Começamos com champagne da safra especial da cota de Alain Ducasse, com música ao vivo e saborosos canapés. Com uma recepção impecável, passamos para a mesa já reservada, onde nos aguardava uma equipe solícita e muito bem preparada para iniciarmos nosso jantar especial. Um menu-degustação, com vários passos, como dizem os chefs, foi o destaque da noite. Pedi-mos um vinho gran cru Château Rochebelle – safra 2009, Sant-Emilion, acompanhado de águas minerais nacionais. Perrier, é claro. Minha esposa Tereza ficou encantada quando chegou um carrinho pilotado por uma simpática garçonete, que nos apresentou diversos tipos de pães.

Uma cozinha essencial

O novo menu do Alain Ducasse Le Meurice exalta a filosofia de cozinha do famoso chef francês – um dos mais estrelados do mundo. Juntos, seus restaurantes ultrapassam 10 estrelas Michelin. É uma cozinha do essencial – sem frescura, mas com enorme sofisticação, e religiosamente fiel à verdade dos ingredientes e à adaptação da receita a cada um deles. Cada prato de Ducasse expressa a verdade do produto sobre o qual ele é construído. Vegetais, como cenoura e alcachofra, vêm de Créance, na Normandia, onde são cultivados sob o dogma orgânico. Mas o prazer da refeição requer que a técnica do chef fique em segundo plano. Esse é um dos segredos do mestre francês. Outro segredo da cozinha de Alain Ducasse é que cada garfada carrega consigo uma certa aspereza de sabor – como no filé de linguado descrito há pouco.

Ao final, o melhor da confeitaria francesa, pelo chef pâtissier Cedric Grolet, com poucos ingredientes e, em consequência, sabores mais leves e mais definidos. A adega da casa, comandada pelo sommelier Gérard Margeon, reflete uma outra intenção essencial: demonstrar o sabor de cada terroir na taça. O objetivo do serviço? Simplesmente isto: encontrar o gesto certo e a palavra certa.

As nossas escolhas

Entrada principal:

Boucheé croustillante de chèvre frais à l’oseille Racines au gros sel
Tão bom que é mais gostoso em francês. Legumes cozidos no vapor com um delicioso molho de queijo de cabra, parmesão, azeite e ovos mollet.

Petit patê chaud de pintade, foie gras et chou
Patê de pintado, foie gras e repolho

Tronçon de turbot, blettes et coquillages
Filé de linguado com acelga e mariscos

Veau grain de soie, anguille, olives
Vitela grão de seda, enguias e azeitonas

Fromages
Queijos diversos

Fruits et sorbets
Frutas e sorvetes

Baba au rhum de votre choix, crème mi-montée
Baba ao rum de sua escolha

Mignardises
Docinhos para arrematar

No fim do jantar, fomos recebidos pelo chef executivo Jocelyn Herland, que nos revelou ser apaixonado pelo Brasil. Enfim, um jantar de 1.000 euros muito bem aplicados, pela excepcional entrega de pratos, serviços, ambientes e sofisticação.
Um dois estrelas a caminho de três.


Paris cheia de charme

Viajar para a Cidade Luz é sempre uma delícia. Mas se você quer tornar essa experiência realmente única, não pense duas vezes e hospede-se em um dos hotéis mais charmosos da capital francesa: o Le Meurice.

Uma cidade mágica, onde as ruas nos convidam para um passeio longo e sem destino certo, cheio de encantos a cada quarteirão. Passear por Paris é realmente algo re-vigorante, que faz bem para a alma. Mas também cansa – mesmo com as paradas estratégicas em seus cafés ou bistrôs. Então, nada melhor do que se hospedar em um hotel onde possamos descansar cercado de muito luxo e requinte. Desta vez, optei pelo Le Meurice, o primeiro hotel castelo de Paris, que existe desde 1835 e está localizado em um dos pontos mais agradáveis da cidade, com vista para o Jardim Tuileries. Há registros de que várias personalidades históricas já se hospedaram no local, como a Rainha Victoria, o compositor Tchaikovsky, o Rei George VI e o Rei da Espanha Afonso XII – que sempre se hospedava na suíte 106-8 e levava seus próprios móveis. O pintor surrealista Salvador Dalí gostava tanto do Le Meurice que se hospedeva, pelo menos, um mês por ano no local.

Constante atualização

Ao longo dos anos, o Le Meurice, que é membro da Dorchester Collection, passou por algumas revitalizações, mas sempre preservando a sua história. As duas mais importantes foram em 1905 e em 1998, quando ele recuperou todoo Le Meurice, que é membro da Dorchester Collection, passou por algumas revitalizações, mas sempre preservando a sua história. As duas mais importantes foram em 1905 e em 1998, quando ele recuperou todo o esplendor de um palácio francês. Em 2007, o hotel recebeu um toque moderno pelas mãos do designer Philippe Starck, que renovou as áreas públicas. No ano passado, o artista foi um pouco além e deu sutis pitadas surrealistas nos restaurantes Le Meurice Alain Ducasse e Le Dalí.

Gastronomia de primeira

Que tipo de experiência você gostaria de ter durante suas refeições? Com dois restaurantes e um bar, é possível escolher entre luxo, descontração e intimismo. O luxo fica por conta do Le Meurice Alain Ducasse, que está sob o comando do chef que tem duas estrelas Michelin. Lustres de cristal e amplas janelas com vista para os jardins de Tuileries tornam o ambiente único, isso sem falar das iguarias servidas no local. A experiência de estar nesse restaurante é tão surpreendente que vale uma reportagem inteirinha só para relatá-la (leia nesta edição a matéria Uma Noite com Alain Ducasse). O outro restaurante é o Le Dali, criado em homenagem ao pintor Salvador Dalí, hóspede costumaz do hotel, é perfeito para refeições mais leves ou então para o chá da tarde. Já o Bar 228 é intimista e aconchegante, possui uma carta com mais de 50 rótulos de whiskeys e maltes. Se preferir, peça um dos drinks da casa, como o cocktail de champagne Meurice Millennium, para brindar seus dias no Le Meurice.

Conforto acima de tudo

Com 160 quartos e suítes, o Le Meurice faz com seus hóspedes sintam-se membros da realeza graças à decoração no estilo Luis XVI, independentemente da acomodação escolhida. A mais simples, o Classic Room, já é incrível – possui 30m2, banheiro de mármore, roupas de cama Le Jacquard Français e travesseiros Mühldorfer. A grande estrela do Le Meurice – e sonho de qualquer hóspede! – é a suíte Belle Etoile que possui 300 m2 de área interna e um terraço com 250 m2, com vista 360º, possibilitando apreciar pontos como a catedral de Notre Dame, Museu D’Orsay, a Torre Eiffel, o Grand Palais, o Arco do Triunfo… Essa suíte é dividida em sala de estar e de jantar, walk-in closet, quarto e banheiro gigante de mármore italiano – dá para apreciar a Montmatre da banheira! Há ainda cozinha e copa para um personal chef.

Reduto béaute

Nada mais justo do que escolher uma marca que tenha tanto prestígio quanto o Le Meurice para ficar responsável pelo spa do hotel. A eleita foi a clínica suíça Valmont, criada em 1905. O Spa Valmont, com seus 340 m2 bem decorados, é um oásis da beleza onde é possível passar horas relaxando e experimentando seus tratamentos anti-idade, sauna e banho hammam (uma espécie de banho turco a vapor).


Aposte em Monte Carlo

Famosa pelo Grand Prix de Fórmula 1, a cidade de Monte Carlo – localizada no Principado de Mônaco – tem muito mais a oferecer para seus visitantes, como boa gastronomia e praias exuberantes.

A primeira palavra que vem à cabeça quando se fala em Monte Carlo é luxo. E todos estão certíssimos! Certamente, a cidade exala luxo e glamour no continente europeu e é reduto de milionários do mundo inteiro, que optam em morar no pequeno Principado de Mônaco pela isenção da maioria dos impostos. Carrões, iates e mansões já fazem parte da paisagem, repleta de formações rochosas na encosta do Mar Mediterrâneo. O hotel que escolhi para me hospedar em Monte Carlo foi o badalado Monte-Carlo Beach Hôtel, membro do grupo Monte-Carlo Société des Bains de Mer. Construído nos anos 1930, o hotel, com praia privativa e atmosfera chique, passou por um recente processo de renovação para comemorar seus 80 anos. A responsável pelo projeto foi a arquiteta e designer India Mahdavi, que se baseou no tema “Ode ao Mediterrâneo” para deixar o local ainda mais glorioso. O azul das águas do Mediterrâneo se harmoniza com as paredes terracota do hotel e os afrescos inspirados em Henri Matisse e Jean Cocteau.

Luxo e tranquilidade

Com apenas 40 quartos e suítes – todos amplos e com ótimo aproveitamento da paisagem natu-ral –- o Monte-Carlo Beach é o hotel perfeito para quem almeja desfrutar de dias de calmaria cercado de muitas mordomias. Quem deseja bur-burinho pode ir passear pelas estreitas ruas de Monte-Carlo, conferir o percurso do GP de Fór-mula 1 ou divertir-se no Cassino de Monte Carlo, principal atração do Principado, cujo projeto é do arquiteto Charles Garnier, que também desenhou a Ópera de Paris. Mas depois de tanta diversão, aposto que você vai querer voltar correndo para o hotel para aproveitar a praia privativa ou a piscina olímpica. O spa do hotel também merece a sua visita. Com 80 m2, é possível optar por massagens corporais relaxantes, banho turco e tratamentos de beleza feitos com cosméticos da luxuosa marca francesa La Prairie.

Gastronomia 100% orgânica

Comer bem é algo que faz parte da programação de quem se hospeda no Monte-Carlo Beach Hôtel. São quatro opções de restaurantes, sendo que um deles – o Elsa, comandado pelo chef italiano Paolo Sari desde 2012 -, é 100% orgânico e foi o primeiro dessa categoria a receber estrela Michelin. Além disso, ele é o único no Sul da França a receber a certificação Bio (orgânico) pelo Ecocert. O menu orgânico do restaurante Elsa – que recebeu esse nome em homenagem à escritora Elsa Maxwell – é todo elaborado com ingredientes orgânicos, selecionados por seus atributos gustativos, nutricionais e estéticos e preparado de forma a preservar todas essas qualidades. Com isso, o restaurante mostra a natureza como evidência e segue com a preocupação da preservação do meio ambiente e da comunidade, oferecendo o que há de melhor na essência de cada um dos pratos, preparados com paixão. Entre os destaques do cardápio está o Bio Sama, com cenouras, abobrinha, cebolinha e azeite com ervas do jardim aromatizado com sal de Camargue. Uma delícia!

Monte-Carlo Beach Hôtel www.monte-carlo-beach.com