No ritmo de Toronto

No dialeto indígena, Toronto significa “Ponto de Encontro” – nada mais apropriado à cidade considerada a mais multicultural do mundo, reconhecida como uma das melhores para se viver.
E não é pela sua calmaria. Ao contrário, a quarta maior cidade da América do Norte é também um dos principais centros culturais e científicos do país. E como vive uma cidade que ostenta tantos títulos? No seu ritmo. Talvez seja esse o grande charme da principal cidade do Canadá.

The Carbon Bar

The Carbon Bar

Por: Lu Barbosa

Em Toronto, cada um segue o seu ritmo. Se o seu andar é a qualidade de vida, a cidade vai lhe agradar em cheio. Localizada às margens do lago Ontário, a cidade é cortada por rios e riachos, oferecendo à população parques e trilhas, além de suas praias, ao longo do lago.

A cidade oferece um sistema de transporte impecável. A mobilidade em Toronto é simples, rápida e muito moderna, com metrôs, ônibus, carros, bikes, skates e calçadas. O táxi não é barato, mas vale a pena se sentir bem tratada por gentis cavalheiros ao volante. Aliás, a gentileza é uma marca da cidade e pode ser encontrada em qualquer esquina onde haja um turista perdido. Aconteceu comigo: na dúvida de que lado estava na Queen Street, logo fui socorrida por um rapaz muito gentil e paciente com meu inglês– ou a falta dele. Gentileza também vista no homem de Toronto, extremamente educado, bem ao estilo de seu grande astro Michael Bublè.

St. Lawrence Market

St. Lawrence Market

Deleites gastronômicos

O Distillery District é perfeita para quem aprecia a gastronomia clássica e também a autoral. Reconhecida como um dos melhores lugares para degustar frutos do mar, com destaque especial para o Pure Spirits Oyster House. Bares e restaurantes agitam a noite que começa cedo em Toronto. O happy hour é sagrado, especialmente no verão. Os jantares são marcados às oito da noite. Conhecer o Cibo Wine Bar é mais uma experiência imperdível. É um elegante bar na 522 King St. West, que apresenta sua adega logo na entrada, com uma parede de vidro duplo onde os vinhos estão milimetricamente colocados em repouso. No menu, sofisticados pratos à base de massas frescas e peixes das águas doces do lago Ontário. Outras pedidas gastronômicas ficam por conta do The Carbon Bar, Rosewater Room.

Casa Loma

Casa Loma

Mais um ponto incrível de Toronto é o histórico St. Lawrence Market, na 93 Front Street East. E, para o passeio ficar ainda mais divertido, recomendo um guia muito especial: Bruce Bell, um apaixonado por sua cidade, que divide seu tempo como mestre de cerimônias, apresentador de shows e guia – o mais conhecido de Toronto. Ele apresenta aos grupos de turistas um mundo de sabores e aromas que percorrem os corredores agitados do grande St. Lawrence Market. Lojas e bancas convivem com os mais variados tipos de condimentos, iguarias, bebidas selecionadíssimas e toda espécie de material para as boas cozinhas. Frutas típicas e uma variedade de carnes exóticas fazem parte do apanhado de aromas local. Vo c ê também deve saborear o World Famous Peameal Bacon Sand wich, uma delícia de pão com carne de porco, no tradicional Carousel Bakery. Na parede, fotos com autógrafos de Catherine Zetta Jones entre outras celebridades.

Shoppings e ruas charmosas de comércio são atrativos certos na cidade. Ir ao Eaton Centre é diversão garantida, mas prepare o bolso, os preços não são lá muito atrativos. Vale a experiência de conhecer na Dundas St. o comércio subterrâneo, especialmente planejado para acolher o público no inverno rigoroso de até -30 ºC.

Uma curiosidade que pude captar foi encontrar de elegantes espaços, como o Delta Hotel Toronto, de lojas de rua, vasos com a nossa tão conhecida “espada de São Jorge”. Essa planta é muito usada em vasos para decoração, sobretudo porque a planta renova o ar dos ambientes e é recomendada até para quarto de dormir.

Canada’s Wonderland

Canada’s Wonderland

Variedade cultural

Se o que atrai vocês são os museus e centros culturais, prepare as pernas porque haverá muito o que fazer. Só no ROM – Royal Ontario Museum, você precisará de dois dias para conhecer o acervo composto por mais de seis milhões de peças! O Art Gallery of Ontario, de 1900, guarda uma enorme coleção de arte moderna. Quem curte cinema vai se encantar pela Distillery District, que nos anos 1990 tornou-se a locação mais utilizada no Canadá e o segundo maior set de fi lmagens fora de Hollywood. Você pode reconhecer o local em cenas de filmes como: X-Men, com Hugh Jackman; Chicago, com Richard Gere; Refém do Silêncio, com Michael Douglas; e A Luta Pela Esperança, com Russell Crowe. Mas não é daí que vem o seu charme. Situado no centro da cidade, o local abrigava, em 1832, a destilaria Gooderham and Worts, a maior do mundo. Depois de mais de um século produzindo bebidas alcoólicas, especialmente uísque e rum, deixou de funcionar e, em 2001, toda a área foi comprada pela Cityscape Development com o objetivo de preservar o espaço, conservando o estilo arquitetônico industrial vitoriano, o maior da América do Norte.

Toronto Island

Toronto Island

Pura adrenalina

Se essa é a sua meta, vá ao parque temático Canada’s Wonderland, do lado do Vaughan Mills Mall. Inaugurado em 1981, é o primeiro grande parque temático no Canadá, o maior e o mais visitado do país, e fecha no inverno. Para quem quer muita emoção, uma volta na Leviathan, a maior e mais alta montanha russa do Canadá, é a pedida.

Agora se o seu ritmo é “turistar”, opte por dormir pouco e aproveitar tudo! Claro que não se deve deixar de visitar a CN Tower, uma das mais altas estruturas do mundo, que oferece uma belíssima vista da cidade. Passar pela Casa Loma e seus 98 aposentos, e apreciar o belo edifício da Prefeitura da cidade, além, claro, de uma selfie diante do enorme letreiro de Toronto, um dos locais preferidos dos turistas, tem de estar no seu programa de explorar a cidade por ruas e avenidas limpas e bem cuidadas. Se ainda assim você quer algo diferente, a cidade guarda seus segredos: a bucólica Toronto Island é um lugar sem igual, com uma comunidade que vive em casas de madeira coloridas, bem cuidadas e jardins impecáveis. E é lá que se esconde uma praia de nudismo, onde senhoras e senhores distintos relaxam em exercícios de yoga, jogos de areia ou mesmo para um completo – literalmente – banho de sol.

Essa é a cidade de Toronto, uma pequena grande cidade que não para e respeita o ritmo de cada um, com atrações para os mais diferentes paladares e preferenciais emocionais. Eu, se fosse você, começaria a planejar uma visita agora mesmo!