Qual o melhor cruzeiro de luxo para você?

Os navios transatlânticos já foram os principais meios de transporte para realizar grandes viagens e percorrer o globo. Com o avanço da aviação mudaram de perfil, foram aprimorados e hoje se diferenciam pelo luxo que as melhores companhias oferecem. São sofisticados hotéis sobre as águas: as embarcações de luxo contam com mordomos disponíveis 24h por dia, restaurantes de alta gastronomia e suítes que chegam a mais de 100 metros quadrados. As viagens por navegações, porém, não são todas iguais. Nem mesmo entre as de luxo.

Cruzeiro marítimo

O primeiro que nos vem à mente quando pensamos nesse tipo de viagem. Esses majestosos  navios, que em companhias de luxo têm sua capacidade de hóspedes reduzida – de 5 mil para menos de 1 mil – para oferecer uma melhor experiência, são construções impressionantes, verdadeiros hotéis boutiques móveis. Seus destinos incluem os sete continentes e alguns chegam a fazer roteiros de volta ao mundo, que podem durar até 120 dias (e custam a partir  de US$ 30 mil até US$ 150 mil por pessoa, all inclusive).

Esses cruzeiros levam a conhecer a Grande Barreira de Coral, na Austrália, pelo Mar de Coral; apreciar as cristalinas praias italianas e gregas e saborear a nutritiva e deliciosa culinária da região pelo Mar Mediterrâneo; e, claro, dançar ritmos latinos cativantes e – literalmente – mergulhar na biodiversidade do mar do Caribe.

Além do entretenimento clássico com cassinos, piscinas e piano bar, os serviços a bordo muitas vezes contemplam enrichment programs, que incluem ações voltadas para o bem-estar, hobbies e desenvolvimento de habilidades. Ocasionalmente, os navios ainda recebem convidados ilustres, como renomados chefs, que compartilham seu talento durante a viagem.

Cruzeiro fluvial

Menor e com capacidade para pouco mais de 100 passageiros, esse navega por águas calmas e sem ondas, e, por seu tamanho reduzido próprio para navegar rios e atravessar pontes e eclusas, consegue ancorar em pequenos portos em localidades mais centrais nas cidades.

Um popular destino para isso é a Europa, onde os hóspedes têm a oportunidade de visitar desde as mais famosas capitais, como Budapeste, Paris e Viena, até conhecer cidadezinhas que ainda preservam seus aspectos mais tradicionais, como Melk, na Áustria; Avignon, na França; Rüdesheim, na Alemanha; Basileia, na Suíça; ou Antuérpia, na Bélgica. Roteiros temáticos enólogos, por exemplo, são comuns (dez dias por cerca de US$ 5 mil por pessoa, all inclusive).

Mas não é só no velho continente que se navega por águas doces: do outro lado do mapa, os cruzeiros fluviais também proporcionam um jeito único de conhecer o Oriente com roteiros pela China, Vietnã e Camboja, passando pelas aldeias flutuantes, descobrindo desde as zonas rurais aos importantes centros urbanos. A cultura tão diferente da nossa se reflete nas belas plantações de chá, jardins botânicos e templos. A história está por toda parte, com destaque para a Cidade Proibida chinesa. A gastronomia é um espetáculo à parte, com tantos ingredientes saudáveis, deliciosos noodles, muito arroz, frutas regionais e, para os que querem experimentar de tudo, iguarias como escorpião e aranha.

Também é possível descobrir o Egito, com suas impressionantes pirâmides e escrituras, e a cidade cor-de-rosa de Jaipur, marcantes especiarias e o Taj Mahal, na Índia, através de rios tão fundamentais para esses países, Nilo e Ganges.

De expedição

A melhor escolha para os que possuem uma veia de explorador. Construídos para superar as condições mais extremas, os navios e iates de expedição viajam por áreas remotas e regiões polares, como Ártico e Antártida (dez dias a partir  de US$ 10 mil por pessoa, all inclusive).

Além de acordar rodeado por paisagens – muitas vezes inabitadas – encantadoras, avistando imensas baleias nadando tranquilamente, as embarcações de expedição geralmente possuem barcos Zodiac para acessar os locais mais remotos e de difícil acesso, assim como caiaques guiados por profissionais para admirar as geleiras e observar de perto pinguins e leões marinhos.

Aqui, o foco costuma ser imersão em natureza, sustentabilidade e vida selvagem. Avistamento de animais, excursões por terra com trilhas leves ou desafiadoras, atividades como mergulho e aulas de fotografia ou palestras com renomados oceanógrafos complementam a aventura.

Todos os cruzeiros ainda podem ter classificações temáticas, como serem voltados para famílias com crianças, foodies, golfistas, religiosos, fãs de jazz… a lista é imensa! E, com certeza, tem sempre um para cada perfil. Está pronto para zarpar?

*Thiago Vasconcelos é diretor executivo da Pier 1 Cruise Experts. Há dez anos no mercado de viagens marítimas e fluviais de luxo, é um dos principais especialistas do ramo no país. Atua com marcas globais reconhecidas, como Crystal, Silversea, Uniworld, Seadream e Seabourn.