As 10 mulheres mais ricas do mundo segundo a revista Forbes

Numa época em que se fala tanto de empoderamento feminino, decidimos destacar as 10 mulheres mais ricas do mundo citadas na última lista da Forbes. Ao todo, foram ranqueadas 227 mulheres no total, 25 a mais do que no ano passado. Juntas, essas bilionárias representam 11% do ranking e detêm uma fortuna estimada em US$ 852,8 bilhões.

Por: Beatriz Lucca 

1. LILIANE BETTENCOURT 

Fortuna: US$ 39.5 bilhões
País: França
Origem da fortuna: L’Oréal
Posição no ranking global: 14º

Pelo segundo ano consecutivo, a francesa Liliane Bettencourt é a mulher mais rica do mundo, e seu patrimônio teve um aumento de US$ 3,4 bilhões em relação ao ranking anterior. A maioria da fortuna da empresária veio do grupo L’Oréal, uma das maiores empresas do ramo de cosméticos do mundo, fundada por seu pai, Eugene Schueller, em 1907, e da qual ela detém 33% das ações.


2. ALICE WALTON

Fortuna: US$ 33,8 bilhões
País: Estados Unidos
Origem da fortuna: Walmart
Posição no ranking global: 17º

Uma das herdeiras da fortuna de Sam Walton, fundador do Walmart, Alice Walton aparece como a segunda mulher mais rica do mundo, com um patrimônio de US$ 1,5 bilhão a mais do que no ano anterior, ou seja, US$ 33,8 bilhões. Apesar de ter ações da rede e direito a dividendos, ela optou por não participar do dia a dia da empresa e se dedica a curadoria de arte. Outras integrantes da família Walton também estão entre as mulheres mais ricas do mundo: a viúva do irmão John e suas primas Anne Walter Kroenke e Nancy Walton Laurie.


3. JACQUELINE MARS

Fortuna: US$ 27 bilhões
País: Estados Unidos
Origem da fortuna: Doces
Posição no ranking global: 26º

Dona de um patrimônio avaliado em US$ 27 bilhões, a neta de Frank Mars, fundador da fabricante de doces, hoje faz parte do conselho de diretores da empresa que tem entre seus produtos os chocolates M&M´s, Snickers e Twix.


4. MARIA FRANCA FISSOLO 

Fortuna: US$ 25,2 bilhões
País: Itália
Origem da fortuna: Nutella e chocolates
Posição no ranking global: 29º

Matriarca de um império que reúne as marcas Ferrero Rocher, Nutella, Kinder e Tic Tac, a mulher mais rica da Itália herdou sua fortuna do pai e de seu último marido, Michele Ferrero. Enquanto seu pai criou um determinado creme para compensar a escassez de chocolate causada pela Segunda Guerra, e que viria a ser a Nutella, foi de Michele a ideia de adicionar óleo vegetal à receita de chocolate e avelã do pai para torná-la uma pasta – fácil de passar no pão.


5. SUSANNE KLATTEN

Fortuna: US$ 20,4 bilhões
País: Alemanha
Origem da fortuna: BMW e produtos farmacêuticos
Posição no ranking global: 38º

Talvez a bilionária que tenha a fortuna de origem mais diversa, já que herdou, após a morte do pai, 50% das ações da BMW – empresa na qual integra o Conselho de Administração desde 1997 junto com seu irmão Stefan Quandt – e 50% de participação da Altana AG, companhia farmacêutica alemã, que fabrica o Pantoprazol.


6. LAURENE POWELL JOBS 

Fortuna: US$ 20 bilhões
País: Estados Unidos
Origem da fortuna: Apple e Disney
Posição no ranking global: 40º

Viúva de Steve Jobs, Laurene Powell Jobs usa os rendimentos das suas ações na Apple e na Disney para as organizações Emerson College, especializadas no uso do empreendedorismo para avançar na reforma social e ajudar alunos com poucos recursos. Ela também é cofundadora e presidente do Conselho da Faculdade de Track, um programa de conclusão da faculdade sem fins lucrativos, além de participar e contribuir para outros projetos sociais.


7. GINA RINEHART

Fortuna: US$ 15 bilhões
País: Austrália
Origem da fortuna: Mineração
Posição no ranking global: 69º

A mulher que mais se destacou neste ano, segundo a Forbes, é a pessoa mais rica da Austrália, Gina Rinehart, CEO da Hancock Prospecting, empresa de exploração de minérios.  O projeto Roy Hill, mina de minério de ferro na Austrália Ocidental, produziu 30 milhões de toneladas do produto nos primeiros 14 meses – e o mais admirável é que sua fortuna foi construída por ela mesma, já que alavancou a falida empresa herdada do pai.


8. ABIGAL JOHNSON 

Fortuna: US$ 14,4 bilhões
País: Estados Unidos
Origem da fortuna: Gerenciamento de dinheiro
Posição no ranking global: 75º

Presidente da FMR Corporation (seguros Fidelity), empresa fundada por seu avô e seu pai. Atua em serviços de investimento, corretagem de desconto, reforma, gestão, execução e liquidação de valores mobiliários, seguros de vida e uma série de outros serviços.


9. IRIS FONTBONA 

Fortuna: US$ 13,7 bilhões
País: Chile
Origem da fortuna: Mineração
Posição no ranking global: 84º

Além de a sua família dirigir a mineradora chilena Antofagasta (9ª do mundo em exportação de cobre), ela também é viúva de Andrónico Luksic, empresário chileno que fez sua fortuna com a Quiñenco, empresa que opera no domínio da energia, cerveja, fabricação, transporte bancário e serviços.


10. CHARLENE DE CARVALHO HEINEKEN

Fortuna: US$ 12,6 bilhões
País: Holanda
Origem da fortuna: Heineken
Posição no ranking global: 95º

A fortuna da mulher mais rica da Holanda vem da sua participação na empresa que herdou após a morte do pai, a cervejaria Heineken, que em fevereiro deste ano anunciou um acordo com o Kirin Company para a compra da sua subsidiária brasileira, a Brasil Kirin – passando assim a oferecer em seu portfólio, além da cerveja Heineken, Schin, Devassa e Glacial, além de refrigerantes, sucos engarrafados e águas minerais.